Familiarizando-se com os Suttas

Algumas sugestes para a leitura dos discursos em Pali


O Cnone em Pali possui cerca de 11.500 suttas (discursos), dos quais quase 8.000 esto disponveis em Portugus aqui no site Acesso ao Insight. Quando confrontado com esse imenso repositrio de riquezas, trs questes surgem naturalmente na mente:

Por que devo ler os suttas?
Quais suttas devo ler?
Como devo ler os suttas?

No existem respostas nicas, definitivas para essas questes; no final das contas voc ter que encontrar suas prprias respostas. Apesar disso, ofereo algumas idias, sugestes, e dicas que ao longo dos anos tm ajudado na minha prpria descoberta dos suttas. Talvez voc tambm as considere teis.

Por que devo ler os suttas?

Eles so a fonte original dos ensinamentos do Budismo Theravada.
Se voc est interessado(a) em entender melhor os ensinamentos do Budismo Theravada, ento o Cnone em Pali e os suttas nele contidos o lugar onde encontrar informao e apoio confivel. Voc no deve se preocupar se as palavras nos suttas foram na realidade pronunciadas pelo Buda histrico (ningum est em condies de provar isso). Ao invs disso, tenha em mente que os ensinamentos dos suttas foram praticados evidentemente com sucesso por um nmero incontvel de pessoas por aproximadamente 2.600 anos. Se voc quer saber se os ensinamentos realmente funcionam, ento estude os suttas e coloque os seus ensinamentos em prtica e descubra por si mesmo.

Eles apresentam um conjunto completo de ensinamentos.
Os ensinamentos contidos nos suttas, considerando o seu conjunto total, apresentam um guia completo que guiar o(a) estudioso(a) do seu atual estgio de desenvolvimento espiritual em direo ao objetivo final. No importa qual seja o seu estgio atual (observador ctico, iniciante, praticante leigo devoto ou um monge (a) celibatrio (a)), existe sempre algo nos suttas para auxili-lo (a) no caminho em direo ao objetivo. O mais importante que, conforme voc l mais e mais extensamente o Cnone em Pali, voc ir sentir menos necessidade de tomar ensinamentos de outras tradies espirituais, j que os suttas contm a maior parte daquilo que voc necessita saber.

Eles apresentam um conjunto de ensinamentos fiel a si mesmo
Os ensinamentos do Cnone so amplamente fiis a si mesmos, caracterizados por um nico sabor aquele da libertao. Na medida que voc percorre o seu caminho pelos suttas, no entanto, de tempos em tempos voc poder encontrar ensinamentos que questionem ou claramente contradigam o seu entendimento do Dhamma naquele momento. Refletindo profundamente acerca desses obstculos, o conflito freqentemente se dissolve abrindo novos horizontes de compreenso. Por exemplo, voc pode concluir da leitura de um sutta [ Snp IV.1] que a sua prtica deve ser de evitar todo tipo de desejos. Porm lendo outro [SN LI.15], voc aprende que o desejo um dos fatores necessrios no caminho. Somente aps alguma reflexo fica claro que o ponto colocado pelo Buda de que existem diferentes tipos de desejo, e que algumas coisas valem a pena ser desejadas especialmente, a extino de todo desejo. Nesse ponto a sua compreenso se expande para um outro nvel que pode facilmente incluir ambos suttas, e a aparente contradio se evapora. Ao longo do tempo voc ir aprender a reconhecer essas aparentes contradies no como inconsistncias nos suttas mas como uma indicao de que os suttas o (a) conduziram at o limite do seu prprio entendimento. Cabe a voc ultrapassar essa barreira.

Eles oferecem muitos conselhos prticos.
Nos suttas voc encontrar uma abundncia de conselhos acerca de uma grande quantidade de assuntos relacionados com o mundo real, como por exemplo: como os filhos e pais podem viver em harmonia [DN31], como proteger suas propriedades materiais [AN IV.255], que tipos de coisas valem a pena e no valem a pena ser faladas [AN X.69], como lidar com o pesar [AN V.49], como treinar a sua mente mesmo no leito de morte [SN XXII.1], e muito, muito mais. Em resumo, eles oferecem conselho prtico e realista de como encontrar a felicidade, no importando qual seja a sua situao de vida, no importando se voc se considera um Budista ou no. E claro voc encontrar muitas instrues sobre como meditar [ex.: MN 10, MN118].

Eles podem reforar a sua confiana nos ensinamentos do Buda.
Conforme voc investiga os suttas ir encontrar coisas que j sabe so verdadeiras pela sua prpria experincia. Talvez voc j tenha bastante familiaridade com os riscos do alcoolismo [DN 31], ou talvez voc j tenha experimentado o refinado prazer que surge naturalmente na mente que est concentrada [AN V.28]. Vendo a sua prpria experincia confirmada nos suttas mesmo que em pequena escala pode facilitar a aceitao de que no impossvel alcanar os estados mais refinados ou avanados que o Buda descreve, e de que alguns dos ensinamentos mais difceis e contrrios intuio podem no ser na verdade, to estranhos. Essa validao pode gerar renovada confiana e energia que auxiliar a sua meditao e a sua compreenso conquistar novos territrios.

Eles podem apoiar e energizar sua prtica de meditao.
Quando voc l nos suttas a respeito das experincias meditativas de outras pessoas, voc comea a ter uma noo do que j alcanou na sua prtica, e o que ainda resta por fazer. Esse entendimento pode proporcionar um poderoso impulso para que voc aplique os ensinamentos com mais comprometimento ainda.

Ler os suttas simplesmente lhe far bem.
As instrues contidas nos suttas so inteiramente de uma natureza saudvel, e so todas acerca do desenvolvimento de qualidades elogiveis tais como a generosidade, virtude, pacincia, concentrao, ateno plena, etc. Portanto quando voc l um sutta est preenchendo a sua mente com coisas saudveis. Se voc considerar a quantidade de informao intil e claramente destrutiva que a sociedade moderna especialmente a Internet - impinge sobre os nossos sentidos, dia aps dia, um pouco de estudo rotineiro dos suttas pode se transformar em uma ilha de segurana e sanidade em um mundo perigoso. Cuide bem da sua mente leia um sutta hoje e leve-o a srio.


Quais suttas devo ler?

A resposta rpida : qualquer um que voc queira.

Pode ajudar se pensarmos acerca do Dhamma como uma jia multifacetada, com cada sutta proporcionando um vislumbre de uma ou duas facetas. Por exemplo, existem os ensinamentos das quatro Nobres Verdades e do Caminho ctuplo; de dana e sila; de ateno plena na respirao e ateno plena na morte; sobre como viver de maneira hbil como um leigo ou como um monge ordenado; e mais, muito mais. Nenhum sutta sozinho diz tudo; cada um depende dos outros para formar um quadro completo dos ensinamentos do Buda. Quanto mais voc puder ler dos suttas, mais completo ficar o seu quadro dessa jia.

Como ponto de partida, todo estudante de Budismo deveria estudar, refletir, e aplicar os Cinco Preceitos e os Cinco Temas para Contemplao Diria. Alm disso, deveramos levar a srio o conselho do Buda para o seu jovem filho Rahula, que diz respeito s nossas responsabilidades bsicas todas as vezes em que realizamos um ato intencional de qualquer tipo. A partir da, voc pode seguir com o caminho passo a passo ou sistema em degraus dos ensinamentos do Buda, que compreende os tpicos da generosidade, virtude, paraso, desvantagens, renncia e as Quatro Nobres Verdades.

Se voc est interessado (a) em uma base slida acerca dos fundamentos dos ensinamentos do Buda, trs suttas so amplamente respeitados como leitura obrigatria: Colocando a Roda do Dhamma em Movimento (SN LVI.11), As Caractersticas do No Eu (SN XXII.59) e o Discurso do Fogo (SNXXXV.28). Juntos, esses suttas os Trs Grandes do Sutta Pitaka definem os temas bsicos dos ensinamentos do Buda que reaparecem em incontveis variaes por todo o Cnone. Nesses suttas somos apresentados a idias fundamentais como: as Quatro Nobres Verdades, a natureza de dukkha; o Caminho ctuplo; o caminho do meio; a roda do Dhamma; o principio de anatta (no-eu) e a anlise da identidade como cinco agregados; o principio de deixar de lado o encantamento com a gratificao sensual; e os muitos planos de existncia que caracterizam o amplo espectro da cosmologia Budista. Esses princpios bsicos proporcionam uma estrutura slida sobre a qual todos os demais ensinamentos do Cnone podem ser assentados.

Alem disso, esses trs suttas demonstram com beleza a extraordinria habilidade do Buda como mestre: ele organiza o seu material de forma clara, lgica e memorvel, utilizando listas (as Quatro Nobres Verdades, o Caminho ctuplo, os cinco agregados, etc.); ele engaja a audincia em um dilogo, para auxili-los a revelar por si mesmos os erros no seu entendimento; ele comunica os seus pontos utilizando ilustraes e imagens que a sua audincia compreende rapidamente; e , o mais importante, freqentemente ele estabelece uma conexo com a sua audincia to eficaz que eles so capazes de perceber por si mesmos os resultados extraordinrios que ele promete. Uma vez que temos a capacidade de ver o Buda como o mestre extraordinrio e capaz que ele , podemos prosseguir com confiana pelo resto do Cnone, confiando plenamente que os seus ensinamentos no nos deixaro perdidos.

Outros pontos de partida proveitosos:

Para as instrues bsicas do Buda sobre a meditao da respirao, veja o Anapanasati Sutta; para as suas instrues para a prtica da ateno plena, veja o Satipatthana Sutta.

Para aprender como cultivar um corao pleno de amor bondade, veja o Karaniya Metta Sutta.

No Devadaha Sutta o Venervel Sariputta explica como apresentar os ensinamentos do Buda para pessoas inteligentes e questionadoras algum como voc.

Como decidir quais caminhos espirituais valem a pena ser desenvolvidos e quais no? O Kalama Sutta esclarece esse antigo dilema.

No Sigalovada Sutta o Buda oferece um manual de instrues conciso que mostra como leigos podem viver vidas felizes e plenas.


Como devo ler um sutta?

Para obter o mximo dos seus estudos dos suttas, pode ser de ajuda considerar alguns princpios gerais antes que voc comece a sua leitura e uma vez que voc comeou a ler um sutta, tenha em mente algumas questes.

a. Alguns princpios gerais

No existe algo como uma traduo definitiva.
No esquea que o Cnone em Pali foi registrado em Pali, no em Portugus. Nenhuma vez durante a sua carreira o Buda falou acerca de sofrimento ou iluminao, ele falava de coisas como dukkha e nibbana. Tenha em mente tambm que toda traduo primeiro para o ingls e depois para o portugus foi filtrada e processada por um tradutor algum que est profundamente inserido na sua cultura em um momento particular no tempo, e cuja experincia e compreenso inevitavelmente iro colorir a traduo. (Tradues Britnicas dos suttas feitas no final do sculo 19, incio do sculo 20, freqentemente nos soam pesadas e sombrias nos dias de hoje; daqui a cem anos, as tradues que desfrutamos hoje, tambm, sem dvida, soaro arcaicas). Traduo , o mesmo que a tentativa de um cartgrafo de representar a Terra redonda sobre uma superfcie plana, uma arte imperfeita.

Por essas razes, melhor que voc no se acomode totalmente com uma traduo em particular, quer seja de uma palavra ou de um sutta inteiro. S porque, por exemplo, um tradutor equipara dukkha com sofrimento ou nibbana com libertao, no significa que voc deve aceitar essas tradues como verdades absolutas, tome-as por base. Conceda espao suficiente para que o seu entendimento mude e amadurea, e cultive a disposio de considerar tradues alternativas. Talvez, ao longo do tempo, suas prprias preferncias iro mudar (voc pode, por exemplo, achar estresse e extino mais teis). Lembre-se de que qualquer traduo somente uma muleta conveniente porm provisria que voc precisa usar at que voc alcance o entendimento direto das idias que ela descreve.

Se voc quer levar realmente a srio o entendimento do que os suttas contm, voc ter de enfrentar o desafio e aprender algo de Pali. Porm existe um mtodo melhor: leia as tradues e coloque os ensinamentos nelas contidos em prtica at que voc obtenha os resultados prometidos pelo Buda. O domnio do Pali no , felizmente, um pr-requisito para a Iluminao

Nenhum sutta contm todos ensinamentos.
Para colher os maiores benefcios do Cnone explore muitos suttas diferentes, no selecione apenas alguns. Os ensinamentos acerca da ateno plena por exemplo, embora de grande valor, representam uma pequena poro dos ensinamentos do Buda. Como princpio geral, sempre que voc achar que entendeu os ensinamentos do Buda, um bom sinal de que est a hora de procurar ir um pouco mais fundo.

No se preocupe se um sutta contm ou no as palavras tal como foram ditas pelo Buda histrico.
No h maneira de provar isso. Leia os suttas, coloque os ensinamentos em prtica da melhor maneira possvel e veja o que acontece. Voc no tem nada a perder.

Se voc gostou de um sutta leia-o de novo.
s vezes voc encontrar um sutta que ir agarrar a sua ateno de alguma maneira a primeira vez que voc o ler. Confie nessa sua reao e leia-o outra vez; significa que o sutta tem algo de valioso para lhe ensinar e de que voc est maduro para receber esses ensinamentos. De tempos em tempos releia os suttas que voc se recorda de ter gostado quando leu alguns meses ou anos atrs. Voc ir descobrir neles nuanas que no havia notado antes.

Se voc no gostou de um sutta leia-o outra vez.
s vezes voc encontrar um sutta que simplesmente irritante. Confie nessa sua reao, isso significa que o sutta possui algo de valioso para lhe ensinar, embora talvez voc ainda no esteja plenamente preparado para assimil-lo. Faa uma marcao nesse sutta e coloque-o de lado por enquanto. Retorne ao sutta aps algumas semanas, meses ou mesmo anos. Tarde ou cedo voc ir se identificar com ele.

Se um sutta maante, confuso ou intil, simplesmente coloque-o de lado.
Dependendo dos seus interesses no momento e da profundidade da sua prtica, voc pode achar que um determinado sutta simplesmente no faz sentido ou parece totalmente entediante e maante. Simplesmente coloque-o de lado e tente um outro. Continue tentando at que voc encontre um que faa uma conexo direta e pessoal.

Um bom sutta aquele que o inspira a parar de l-lo.
A razo para leitura de suttas para inspir-lo (a) a desenvolver o entendimento correto, viver uma vida correta e meditar corretamente. Ento, se enquanto voc estiver lendo, voc sentir um desejo de parar de ler e ir sentar-se em um canto calmo, com os olhos fechados, e dar ateno respirao, faa-o! O sutta ter dessa forma realizado o seu propsito. O sutta l estar quando voc retornar mais tarde.

Leia o sutta em voz alta do comeo ao fim.
Isto auxilia de vrias formas: fora-o (a) a ler cada palavra do sutta, proporciona a oportunidade de praticar a linguagem correta, e proporciona aos seus ouvidos a experincia de ouvir o Dhamma.

Oua os ensinamentos em diferentes nveis.
Muitos suttas oferecem ensinamentos em muitos nveis ao mesmo tempo, e bom desenvolver a sensibilidade para isso. Por exemplo, quando o Buda explica para um discpulo as mincias da linguagem correta, note como ele mesmo (o Buda) usa a linguagem [MN58]. O Buda pratica o que ensina?

No ignore as repeties.
Muitos suttas contm passagens repetidas. Leia o sutta como voc leria uma pea musical: quando voc canta ou ouve uma msica, voc no pula o refro; da mesma forma, quando voc l um sutta, voc no deveria pular os refres. Como na msica, os refres nos suttas freqentemente tm pequenas e inesperadas porm importantes variaes que voc no deve perder.

Discuta o sutta com seus amigos.
Compartilhando as suas observaes e reaes com um amigo, ambos podem aprofundar o entendimento acerca do sutta. Pense em formar um grupo de estudos dos suttas. Se voc tem dvidas persistentes acerca de um sutta, pergunte a um mestre experiente em quem voc confia. Se possvel consulte monges (as) mais experientes pois o ponto de vista nico acerca dos ensinamentos que eles tm poder auxiliar a esclarecer os gargalos de confuso.

b. Questes para Ter em mente

Quando voc l um sutta tenha em mente que est ouvindo o Buda enquanto ele ensina outra pessoa. Ao contrrio de muitos contemporneos do Buda de outras tradies espirituais que freqentemente aderiam a uma doutrina fixa quando respondiam a todas as questes [AN X.93], o Buda adequava os princpios bsicos dos seus ensinamentos para atender as necessidades particulares do seu pblico. portanto importante desenvolver uma sensibilidade para o contexto do sutta, para identificar de que maneira a situao dos ouvintes do Buda tem alguma semelhana com a sua, de forma que voc possa medir de que forma aplicar as palavras do Buda sua prpria situao.

Pode ser til manter algumas questes presentes na sua mente enquanto voc l, tanto para auxili-lo (a) a entender o contexto do sutta e para ajud-lo (a) a captar os diferentes nveis de ensinamentos que freqentemente esto ocorrendo ao mesmo tempo. Lembre-se, essas questes no tm o propsito de transform-lo (a) em um acadmico; elas simplesmente tem o objetivo de facilitar que cada sutta ganhe vida para voc.

Qual a ambientao?
Na maioria dos suttas o pargrafo de abertura (" Assim ouvi...") define o cenrio do sutta. Ele acontece em um vilarejo, em um monastrio, na floresta? Qual a estao do ano? Quais eventos esto ocorrendo como pano de fundo? Fixando esses detalhes na sua mente ajudar a lembrar que esse sutta descreve eventos reais que ocorreram a pessoas de verdade - como voc e eu - e assim pode auxiliar o sutta a ganhar vida.

Qual a histria?
Um sutta pode oferecer muito pouco em termos de narrativa [AN VII.6], enquanto que outro pode estar repleto de emoo e drama, em certas ocasies parecendo mesmo uma breve histria [Mv X.2.3-20]. Como o enredo da histria por si mesmo refora os ensinamentos apresentados no sutta?

Quem inicia os ensinamentos?
o Buda quem toma a iniciativa [AN X.69], ou outra pessoa se dirige a ele com perguntas [DN 2]? Se for outra pessoa existem premissas ou atitudes por trs das questes que no foram ditas? Algum se dirige ao Buda com a inteno de derrot-lo em um debate [MN 58]? Essas consideraes podem lhe dar uma idia da motivao que est por detrs dos ensinamentos, e a receptividade do ouvinte s palavras do Buda. Com que atitude voc toma contato com esses ensinamentos?

Quem est ensinando?
o Buda [SN XV.3], um de seus discpulos [SN XXII.85], ou ambos [SN XXII.1] ? Ele ou ela ordenado (a) [SN XXXV.232] ou um leigo [AN VI.16]? Qual a profundidade de entendimento de quem est ensinando (isto , se trata apenas" de um anagami [AN VI.16], ou um arahant [Thig V.4]? Embora possa ser difcil identificar isso apenas com a leitura do sutta, tendo alguma idia do histrico do mestre e suas credenciais pode ajudar a medir o nvel dos ensinamentos que so oferecidos. Comentrios e discusses com membros da Sangha ou acadmicos podem ajudar nesse caso.

A quem se dirigem os ensinamentos?
para um monge [SN XXXV.85], monja [SN XXXV.85], ou um discpulo leigo? Se trata de uma grande assemblia [MN 118] ou um indivduo [AN IV.184]? Ou so seguidores de uma outra religio [MN 57] ? Qual a profundidade do seu entendimento? Se a audincia est composta de anagamis buscando o estado de arahants, os ensinamentos apresentados podero ser significativamente mais avanados do que se a audincia nunca teve nenhum contato anterior com os ensinamentos do Buda [AN III.65]. Isto pode ser til para identificar a adequao dos ensinamentos para o seu caso.

Qual o mtodo de apresentao?
Se trata de uma palestra formal [SN LVI.11], uma sesso de perguntas e respostas [Snp V.6], o recontar de uma antiga histria [AN III.15], ou simplesmente um verso inspirado [Thig 1.11] ? O mestre est transmitindo suas instrues somente atravs do contedo dos ensinamentos [SN XII.2] ou a maneira como ele est tratando os ouvintes tambm faz parte da mensagem [MN 57]? A grande variedade de estilos de ensino empregados pelo Buda e pelos seus discpulos mostra que no existe um mtodo fixo de ensinar o Dhamma; o mtodo empregado depende das exigncias de uma situao em particular e da maturidade espiritual da audincia.

Qual o ensinamento bsico?
De que forma o ensinamento se encaixa com o sistema triplo progressivo de treinamento do Buda: o foco principal est no desenvolvimento da virtude [MN 61], concentrao [ AN V.28], ou sabedoria [MN 140]? A apresentao consistente com o que est contido em outros suttas (ex. Snp II.14 e DN 31)? Como esses ensinamentos se encaixam no seu modelo dos ensinamentos do Buda? Se encaixa bem no seu entendimento anterior, ou questiona algumas das suas suposies bsicas acerca do Dhamma?

Como a concluso?
O ouvinte alcana o Despertar exatamente ali e naquele momento [SN XXXV.28], ou demora algum tempo aps ouvir os ensinamentos [MN 57] ? Algum se "converte" ao caminho do Buda como aquele evidenciado pela passagem " Magnifico! Magnifico! Como se tivesse colocado em p o que estava de cabea para baixo ..." [AN IV.111]? s vezes o simples ato de apagar uma vela suficiente para resultar no Despertar da pessoa [ Thig V.10 ], s vezes o prprio Buda no pode fazer nada para que algum supere o seu kamma [DN 2]. As concluses variadas dos suttas servem para ilustrar o poder e a complexidade extraordinrios da lei do kamma.

O que este sutta tem para me oferecer ?
Esta a pergunta mais importante de todas, porque ela desafia voc a levar o sutta a srio. Afinal, o corao que tem que ser transformado por esses ensinamentos, no o intelecto.

Enquanto voc l um sutta, pergunte a si mesmo: Eu me identifico com alguma das situaes ou personagens no sutta? As questes colocadas ou os ensinamentos apresentados so relevantes para mim? Quais lies posso aprender do sutta? Tenho dvidas sobre se sou realmente capaz de fazer o que o Buda pede no sutta, ou tenho uma confiana ainda maior?

Qualquer que seja a mensagem positiva que voc encontrou no sutta, qualquer que seja o sabor gratificante que restou, permita que eles cresam e se desenvolvam ao longo da sua prtica de meditao e na sua vida. No tente equacionar ou entender um sutta como se fossem palavras cruzadas. D tempo ao tempo para que ele amadurea na sua mente. Ao longo do tempo, as idias, impresses, e atitudes transmitidas pelo sutta iro gradualmente filtrar para a sua conscincia, influenciando a maneira como voc v o mundo. Um dia voc poder estar no meio de uma experincia corriqueira quando de repente a lembrana de um sutta que voc leu a muito tempo vir mente, trazendo consigo um poderoso ensinamento do Dhamma que perfeitamente adequado para aquele momento.

Para facilitar esse processo, pode ser de grande ajuda voc criar um espao para os suttas. No comprima a leitura dos suttas juntamente com suas outras atividades e no leia demasiado suttas de uma s vez. Faa do estudo dos suttas uma atividade especial, contemplativa. Tambm deve ser uma atividade agradvel. Se voc achar que est se tornando rida e irritante, simplesmente ponha de lado e tente novamente aps alguns dias, semanas ou meses. Aps ler um sutta, no retorne imediatamente s suas atividades; tome algum tempo para fazer um pouco de meditao da respirao, dando uma oportunidade para que o seu corao se acalme de forma que possa absorver mais inteiramente os ensinamentos.

Como a meditao, a leitura de suttas uma habilidade que pode ser desenvolvida. Conceda-se tempo suficiente para pacientemente desenvolver essa habilidade.


Revisado: 21 Outubro 2013

Copyright © 2000 - 2021, Acesso ao Insight - Michael Beisert: editor, Flavio Maia: designer.