13. Lokavagga

O Mundo

 


 

 

No tenha uma conduta inferior
nem seja negligente.
No adote idias incorretas,
nem seja envolto pelo mundo.
                                                        Dhp 167

[Nota 1] - Para ouvir

Desperte! No seja negligente!
Mantenha a conduta correta, de acordo com o Dhamma.
Quem vive de acordo com o Dhamma
ter felicidade neste mundo e no prximo.
                                                        Dhp 168

Para ouvir

Mantenha a conduta correta, de acordo com o Dhamma,
evite a conduta prejudicial.
Quem vive de acordo com o Dhamma
ter felicidade neste mundo e no prximo.
                                                        Dhp 169

Para ouvir

Como uma bolha,
como uma miragem,
quem assim v o mundo
no visto pelo Senhor da morte.
                                                        Dhp 170

[Nota 2] - Para ouvir

Venha, olhe para este mundo,
tal como uma rica carruagem real
onde os tolos naufragam,
mas quem v, no tem apego.
                                                        Dhp 171

[Nota 3] - Para ouvir

Tendo sido negligente
mas agora diligente
ilumine o mundo
como a lua liberta das nuvens.
                                                        Dhp 172

[Nota 4] - Para ouvir

Quem substitui as aes ruins
com aes benficas
ilumina o mundo
como a lua liberta das nuvens.
                                                        Dhp 173

[Nota 5] - Para ouvir

Essa populao do mundo est cega,
poucos so aqueles que enxergam.
Tal como os pssaros que se libertam da armadilha,
poucos so aqueles que renascem nos parasos.
                                                        Dhp 174

Para ouvir

Cisnes no caminho para o sol,
com poderes supra-humanos homens cruzam o espao,
derrotando Mara com a sua horda
os sbios vo alm do mundo.
                                                        Dhp 175

Para ouvir

Quem diz mentiras,
desconsiderando o Dhamma,
desdenhando vidas futuras:
no h mal do qual seja incapaz.
                                                        Dhp 176

Para ouvir

Os avaros no vo para os parasos,
os ignorantes no elogiam a generosidade,
mas o sbio que se delicia em dar
desfrutar de felicidade na vida futura.
                                                        Dhp 177

Para ouvir

Reinar absoluto sobre toda a terra,
renascer nos parasos,
ser um monarca universal:
o fruto de entrar na correnteza supera tudo isso.
                                                        Dhp 178

Para ouvir

 


 

ndice                                                                                             14. Buddhavagga

 


 

Notas:

[Nota 1 - Verso 167] Micchaditthim na seveyya: no adote idias incorretas. Idias incorretas so aquelas contrrias ao Dhamma, aos ensinamentos do Buda, como por exemplo a crena no eternalismo ou na aniquilao, no acreditar em kamma e seus efeitos, etc. [Retorna]

[Nota 2 - Verso 170] Lokam: o mundo. Os trs reinos de existncia compreendendo (1) os mundos da esfera sensual (kama-loka); (2) os mundos da matria sutil ou com forma (rupa-loka), correspondentes aos quatro jhanas; (3) os mundos da esfera imaterial ou sem forma (arupa-loka), correspondentes s quatro realizaes imateriais. Os mundos do reino da esfera sensual compreendem os infernos, os animais, fantasmas famintos, asuras, seres humanos e seis mundos de devas.

bubbulakam maricikam: uma bolha, uma miragem. O mundo deve ser visto composto por fenmenos efmeros e transitrios.

maccuraja: o Senhor ou Rei da morte. [Retorna]

[Nota 3 - Verso 171] vijanatam: quem v: compreende, percebe, reconhece a realidade. Para ver e compreender a realidade o esforo e a disciplina so necessrios. A disciplina se aplica s palavras e aes; a concentrao controla a mente e o insight permite a erradicao das contaminaes que obscurecem a realidade dos fenmenos. [Retorna]

[Nota 4 - Verso 172] abbha mutto candima iva: como a lua liberta das nuvens. Esta imagem empregada com relao aos que realizaram algum dos estados de libertao. A lua brilha com toda sua intensidade quando escapa da escurido das nuvens. A escapatria das nuvens escuras dos obstculos mundanos ocorre em vrias etapas. Quando os jhanas so desenvolvidos atravs da remoo temporria dos obstculos (nivarana) a mente est to pura que se assemelha a um espelho polido no qual tudo refletido de forma clara e precisa, como na verdade . [Retorna]

[Nota 5 - Verso 173] katam papam kammam kusalena pithiyati: substitui as aes ruins com aes benficas. Cada um colhe os frutos de kamma. Mas no todos os futos de todas aes (kamma) sero colhidos no curso de samsara. Se assim fosse a escapatria de samsara seria impossvel. O kamma prejudicial pode ser minimizado atravs da purificao da mente. Veja o Lonaphala Sutta. [Retorna]


ndice                                                                                              14. Buddhavagga

 

 

Revisado: 22 Fevereiro 2014

Copyright © 2000 - 2021, Acesso ao Insight - Michael Beisert: editor, Flavio Maia: designer.