Udana

Exclamações


O Udana, o terceiro livro do Khuddaka Nikaya que consiste de oitenta suttas curtos, recebe esse nome do pronunciamento feito ao final de cada discurso, em geral sob a forma de versos, prefaciado pela frase “Então, dando-se conta do significado disso, o Abençoado nessa ocasião exclamou”. Os oitenta suttas estão organizados em oito vaggas, ou capítulos.



Suttas do Udana

Leia acerca dos vários sistemas de numeração dos suttas e as abreviações que são usadas neste site.

Os suttas foram traduzidos do Pali para o inglês por Thanissaro Bhikkhu e John D. Ireland.

I. Bodhivagga – O Capítulo da Iluminação

•       Bodhi (pathama) Sutta (Ud I.1) - Despertar (1). O Buda pouco depois da Iluminação contempla a Origem Dependente.

•       Bodhi (dutiya) Sutta (Ud I.2) - Despertar (2). O Buda pouco depois da Iluminação contempla a Origem Dependente.

•       Bodhi (tattiya) Sutta (Ud I.3) - Despertar (3). O Buda pouco depois da Iluminação contempla a Origem Dependente.

•       Humhunka Sutta (Ud I.4) - Prepotência e Arrogância. O Buda pouco depois da Iluminação define um brâmane como alguém livre de qualquer arrogância com relação ao mundo.

•       Brahmana Sutta (Ud I.5) - Brâmanes e Anciãos. O Buda define um brâmane como alguém livre de más qualidades e que vive em plena atenção.

•       Kassapa Sutta (Ud I.6) - Kassapa. O Buda define um brâmane como alguém que abandonou o ódio, a raiva e a aversão.

•       Ajakalapaka Sutta (Ud I.7) - Ajakalapaka. O Buda define um brâmane como alguém que supera e transcende espíritos e suas assombrações.

•       Sangamaji Sutta (Ud I.8) - Sangamaji. O Buda define um brâmane como alguém livre dos grilhões.

•       Jatila Sutta (Ud I.9) - Ascetas. O Buda define um brâmane como alguém dotado da verdade e disciplina.

•       Bahiya Sutta (Ud I.10) - Bahiya. Este é o conhecido sutta no qual Bahiya recebe uma instrução breve do Buda sobre o desapego com relação aos sentidos.

II. Muccalindavagga - O Capítulo de Muccalinda

•       Muccalinda Sutta (Ud.II.1) – Muccalinda. Muccalinda, o rei dos nagas, visita o Buda.

•       Raja Sutta (Ud II.2) - Reis. O Buda compara a felicidade da cessação do desejo com a felicidade decorrente dos prazeres sensuais e a felicidade dos reinos celestiais.

•       Danda Sutta (Ud II.3) - Pedaço de Pau. Causar dano a outros seres não conduz à felicidade.

•       Sakkara Sutta (Ud II.4) - Homenagem. Não levar em conta os insultos e as ofensas.

•       Upasaka Sutta (Ud II.5) - O Discípulo Leigo. Felicidade é não possuir nada.

•       Gabhini Sutta (Ud II.6) - Mulher Grávida. O Buda compara a felicidade e a sabedoria daqueles que nada possuem com o sofrimento daqueles atados e agrilhoados à outrém.

•       Ekaputta Sutta (Ud II.7) - Único Filho. O sofrimento causado por aquilo que é querido.

•       Suppavasa Sutta (Ud II.8) - Suppavasa. O filho de Suppavasa.

•       Visakha Sutta (Ud II.9) - Visakha. O Buda diz que toda dependência é dolorosa enquanto que toda independência é feliz.

•       Bhaddiya Kaligodha Sutta (Ud II.10) – Bhaddiya Kaligodha. Um bhikkhu proclama a felicidade da vida como um contemplativo na floresta.

III. Nandavagga – O Capítulo de Nanda

•       Kammavipakaja Sutta (Ud III.1) - Ações e seus Frutos. O Buda exalta um discípulo dedicado e equânime diante de sensações dolorosas, frutos de ações inábeis e prejudiciais anteriores.

•       Nanda Sutta (Ud III.2) – Nanda. O Buda com habilidade dissuade o Ven. Nanda, seu meio irmão, de abandonar a vida santa.

•       Yasoja Sutta (Ud III.3) - Sobre Yasoja. Após ser censurado pelo Buda o venerável Yasoja se seu grupo de bhikkhus se retiram e praticam até alcançarem a iluminação.

•       Sariputta Sutta (Ud III.4) - Sariputta. A meditação do venerável Sariputta.

•       Mahamoggallana Sutta (Ud III.5) - Mahamoggallana. A meditação do venerável Mahamoggallana.

•       Pilindavaccha Sutta (Ud III.6) - Sobre Pilindavaccha. O Buda explica como ao longo das vidas passadas o venerável Pilindavaccha, um arahant, adquiriu um mau costume.

•       Sakkudana Sutta (Ud III.7) - Sobre Kassapa. O Buda exalta o venerável Maha Kassapa como um exemplo daquele que, acalmado e plenamente atento, é invejado até pelos devas.

•       Pindapatika Sutta (Ud III.8) - Esmolador de Comida. Esmolar comida com a motivação correta.

•       Sippa Sutta (Ud III.9) - Sobre os Ofícios. O Buda define um bhikkhu como aquele que se leva uma vida simples, é bem intencionado, tem as faculdades contidas e é livre em todos os sentidos.

•       Loka Sutta (Ud III.10) – O Mundo. Depois da sua iluminação o Buda vê um mundo cheio de ignorância, desejo e sofrimento.

IV. Meghiyavagga – O Capítulo de Meghiya

•       Meghiya Sutta (Ud IV.1) - Meghiya. A importância de bons amigos, companheiros e camaradas.

•       Uddhata Sutta (Ud IV.2) - Sobre a Agitação. O Buda explica como um bhikkhu - cultivando a intenção e entendimento correto e conquistando a preguiça e torpor - deixa para trás toda agitação e os destinos infelizes.

•       Gopala Sutta (Ud IV.3) - Sobre o Vaqueiro. O Buda lembra que uma mente ou pensamento mal intencionado pode lhe fazer mais mal do que qualquer inimigo ou rival.

•       Junha Sutta (Ud IV.4) - Sob a Luz do Luar. O Buda exalta a felicidade, firmeza e segurança da mente cultivada e disciplinada do venerável Sariputta.

•       Naga Sutta (Ud IV.5) - Sobre o Elefante Naga. O Buda exalta o deleite do afastamento.

•       Pindola Sutta (Ud IV.6) - Sobre Pindola. O Buda exalta a disciplina e reclusão de Pindola.

•       Sariputta Sutta (Ud IV.7) - Sariputta. A meditação do venerável Sariputta.

•       Sundari Sutta (Ud IV.8) - Sundari. Um assassinato como tentativa de desacreditar o Buda e os seus discípulos.

•       Upasena Vangataputta Sutta (Ud IV.9) - Sobre Upasena Vangataputta. O Buda se inspira pela realização espiritual do venerável Upasena Vangataputta.

•       Sariputta Sutta (Ud IV.10) - Sariputta. A meditação do venerável Sariputta.

V. Sonavagga – O Capítulo de Sona

•       Piyatara Sutta (Ud V.1) - Mais Querido. A quem mais queremos no mundo?

•       Appayaka Sutta (Ud V.2) - A Curta Vida . O Buda nos lembra de que a vida é curta e, portanto, devemos praticar ardentemente.

•       Kutthi Sutta (Ud V.3) – O Leproso. O Buda instrui um leproso que alcança o estado de entrar na correnteza.

•       Kumaraka Sutta (Ud V.4) - Meninos. Um grupo de meninos atormentam os peixes.

•       Uposatha Sutta (Ud V.5) – A Observância. O Buda compara as maravilhosas qualidades do Dhamma com as qualidades do oceano.

•       Sona Sutta (Ud V.6) - Sona. Um devoto discípulo leigo reconhece as desvantagens da vida em família e decide tornar-se um bhikkhu.

•       Kankharevata Sutta (Ud V.7) - Revata o Duvidoso. A meditação do venerável Revata.

•       Ananda Sutta (Ud V.8) - Ananda. O cisma de Devadatta.

•       Saddhayamana Sutta (Ud V.9) - Sobre a Zombaria. O Buda reflete sobre a zombaria daqueles guiados pelo que não entendem.

•       Culapanthaka Sutta (Ud V.10) - Culapanthaka. A meditação do venerável Culapanthaka.

VI. Jaccandhavagga – Cego de Nascença

•       Ayusankharossajjana Sutta (Ud VI.1) - O abandono do processo vital. O venerável Ananda perde a oportunidade de pedir ao Buda que escolha por uma vida mais longa.

•       Sattajatila Sutta (Ud VI.2) - Sete Jatilas. O serviço secreto do Rei Pasenadi.

•       Paccavekkhana Sutta (Ud VI.3) - Reflexão. O Buda reflete sobre as qualidades inábeis por ele abandonadas e as qualidades hábeis por ele aperfeiçoadas.

•       Tittha (pathama) Sutta (Ud VI.4) – Sectários (1). O Buda emprega o conhecido símile do elefante para mostrar a futilidade de discutir as próprias idéias e opiniões.

•       Tittha (dutiya) Sutta (Ud VI.5) - Sectários (2). A futilidade das idéias de errantes e contemplativos.

•       Tittha (tatiya) Sutta (Ud VI.6) - Sectários (3). A futilidade das idéias de errantes e contemplativos.

•       Subhuti Sutta (Ud VI.7) - Subhuti. A meditação do venerável Subhuti.

•       Ganika Sutta (Ud VI.8) - Cortesã. Os afetos por uma cortesã.

•       Upatidhavanti Sutta (Ud VI.9) - Precipitando-se como insetos. O Buda reflete sobre como aqueles não despertos são atraídos pelo desejo sensual, tal como insetos são atraídos pela luz de uma lamparina.

•       Uppajjanti Sutta (Ud VI.10) - Surjimento. O Buda reflete sobre como aquelesdedicados ao entendimento incorreto não encontram o fim do sofrimento.

VII. Culavagga – O Capítulo Menor

•       Bhaddiya (pathama) Sutta (Ud VII.1) - Bhaddiya (1). O venerável Sariputta guia o venerável Bhaddiya ao estado de arahant.

•       Bhaddiya (dutiya) Sutta (Ud VII.2) - Bhaddiya (2). O venerável Sariputta segue instruindo o venerável Bhaddiya sem perceber que ele já havia realizado o estado de arahant.

•       Satta (pathama) Sutta (Ud VII.3) - Um Ser (1). O apego aos prazeres dos sentidos.

•       Satta (dutiya) Sutta (Ud VII.4) - Um Ser (2). O apego aos prazeres dos sentidos.

•       Lakuntakabhaddiya Sutta (Ud VII.5) - Venerável Bhaddiya. O Buda reflete sobre como a sabedoria de alguém não tem relação com a sua aparência externa.

•       Tanhasankhaya Sutta (Ud VII.6) - Destruição do Desejo. A meditação do venerável Añña Kondañña.

•       Papancakhaya Sutta (Ud VII.7) - Destruição da Proliferação. A reflexão do Buda sobre o seu estado mental.

•       Kaccana Sutta (Ud VII.8) - Kaccana. A meditação do venerável Mahakaccana.

•       Udapana Sutta (Ud VII.9) - O Poço. Em uma rara manifestação de poderes o Buda ensina uma lição ao venerável Ananda.

•       Udena Sutta (Ud VII.10) - Udena. Quinhentas mulheres iluminadas morrem num incêndio.

VIII. Pataligamiyavagga – O Capítulo do Vilarejo de Patali

•       Nibbana (pathama) Sutta (Ud VIII.1) – Nibbana (1). O Buda descreve a natureza de Nibbana.

•       Nibbana (dutiya) Sutta (Ud VIII.2) – Nibbana (2). O Buda descreve a natureza de Nibbana

•       Nibbana (tatiya) Sutta (Ud VIII.3) – Nibbana (3). O Buda descreve a natureza de Nibbana

•       Nibbana (catuttha) Sutta (Ud VIII.4) – Nibbana (4). O Buda descreve a natureza de Nibbana

•       Cunda Sutta (Ud VIII.5) - Cunda. Um relato da última refeição do Buda.

•       Pataligama Sutta (Ud VIII.6) - Em Pataligama. O Buda ensina e reflete sobre as recompensas e vantagens de ser virtuoso.

•       Dvidhapatha Sutta (Ud VIII.7) - Bifurcação. Um monge teimoso segue pela direção errada e é assaltado.

•       Visakha Sutta (Ud VIII.8) - Visakha. A discípula leiga Visakha chora pela morte de um dos seus netos e recebe do Buda um poderoso ensinamento.

•       Dabba (pathama) Sutta (Ud VIII.9) - Dabba (1). O parinibbana do venerável Dabba Mallaputta.

•       Dabba (dutiya) Sutta (Ud VIII.10) - Dabba (2). O Buda exalta o parinibbana do venerável Dabba Mallaputta e como o destino daqueles que encontraram a felicidade inabalável não pode ser discernido.


Revisado: 2 Janeiro 2016

Copyright © 2000 - 2017, Acesso ao Insight - Michael Beisert: editor, Flávio Maia: designer.