Udana

Exclamações


O Udana, o terceiro livro do Khuddaka Nikaya que consiste de oitenta suttas curtos, recebe esse nome do pronunciamento feito ao final de cada discurso, em geral sob a forma de versos, prefaciado pela frase “Então, dando-se conta do significado disso, o Abençoado nessa ocasião exclamou”. Os oitenta suttas estão organizados em oito vaggas, ou capítulos.

Os suttas do Udana também estão disponíveis em livros ebook gratuitos.



Suttas do Udana

Leia acerca dos vários sistemas de numeração dos suttas e as abreviações que são usadas neste site.

Os suttas foram traduzidos do Pali para o inglês por Thanissaro Bhikkhu e John D. Ireland.

I. Bodhivagga – O Capítulo da Iluminação

•       Bodhi (pathama) Sutta (Ud I.1) - Despertar (1). O Buda pouco depois da Iluminação contempla a Origem Dependente.

•       Bodhi (dutiya) Sutta (Ud I.2) - Despertar (2). O Buda pouco depois da Iluminação contempla a Origem Dependente.

•       Bodhi (tattiya) Sutta (Ud I.3) - Despertar (3). O Buda pouco depois da Iluminação contempla a Origem Dependente.

•       Humhunka Sutta (Ud I.4) - Prepotência e Arrogância. O Buda pouco depois da Iluminação define um brâmane como alguém livre de qualquer arrogância com relação ao mundo.

•       Brahmana Sutta (Ud I.5) - Brâmanes e Anciãos. O Buda define um brâmane como alguém livre de más qualidades e que vive em plena atenção.

•       Kassapa Sutta (Ud I.6) - Kassapa. O Buda define um brâmane como alguém que abandonou o ódio, a raiva e a aversão.

•       Ajakalapaka Sutta (Ud I.7) - Ajakalapaka. O Buda define um brâmane como alguém que supera e transcende espíritos e suas assombrações.

•       Sangamaji Sutta (Ud I.8) - Sangamaji. O Buda define um brâmane como alguém livre dos grilhões.

•       Bahiya Sutta (Ud I.10) - Bahiya. Este é o conhecido sutta no qual Bahiya recebe uma instrução breve do Buda sobre o desapego com relação aos sentidos.

II. Muccalindavagga - O Capítulo de Muccalinda

•       Muccalinda Sutta (Ud.II.1) – Muccalinda. Muccalinda, o rei dos nagas, visita o Buda.

•       Raja Sutta (Ud II.2) - Reis. O Buda compara a felicidade da cessação do desejo com a felicidade decorrente dos prazeres sensuais e a felicidade dos reinos celestiais.

•       Danda Sutta (Ud II.3) - Pedaço de Pau. Causar dano a outros seres não conduz à felicidade.

•       Sakkara Sutta (Ud II.4) - Homenagem. Não levar em conta os insultos e as ofensas.

•       Upasaka Sutta (Ud II.5) - O Discípulo Leigo. Felicidade é não possuir nada.

•       Gabhini Sutta (Ud II.6) - Mulher Grávida. O Buda compara a felicidade e a sabedoria daqueles que nada possuem com o sofrimento daqueles atados e agrilhoados à outrém.

•       Ekaputta Sutta (Ud II.7) - Único Filho. O sofrimento causado por aquilo que é querido.

•       Suppavasa Sutta (Ud II.8) - Suppavasa. O filho de Suppavasa.

•       Visakha Sutta (Ud II.9) - Visakha. O Buda diz que toda dependência é dolorosa enquanto que toda independência é feliz.

•       Bhaddiya Kaligodha Sutta (Ud II.10) – Bhaddiya Kaligodha. Um bhikkhu proclama a felicidade da vida como um contemplativo na floresta.

III. Nandavagga – O Capítulo de Nanda

•       Kammavipakaja Sutta (Ud III.1) - Ações e seus Frutos. O Buda exalta um discípulo dedicado e equânime diante de sensações dolorosas, frutos de ações inábeis e prejudiciais anteriores.

•       Nanda Sutta (Ud III.2) – Nanda. O Buda com habilidade dissuade o Ven. Nanda, seu meio irmão, de abandonar a vida santa.

•       Yasoja Sutta (Ud III.3) - Sobre Yasoja. Após ser censurado pelo Buda o venerável Yasoja se seu grupo de bhikkhus se retiram e praticam até alcançarem a iluminação.

•       Sariputta Sutta (Ud III.4) - Sariputta. A meditação do venerável Sariputta.

•       Mahamoggallana Sutta (Ud III.5) - Mahamoggallana. A meditação do venerável Mahamoggallana.

•       Pilindavaccha Sutta (Ud III.6) - Sobre Pilindavaccha. O Buda explica como ao longo das vidas passadas o venerável Pilindavaccha, um arahant, adquiriu um mau costume.

•       Sakkudana Sutta (Ud III.7) - Sobre Kassapa. O Buda exalta o venerável Maha Kassapa como um exemplo daquele que, acalmado e plenamente atento, é invejado até pelos devas.

•       Pindapatika Sutta (Ud III.8) - Esmolador de Comida. Esmolar comida com a motivação correta.

•       Sippa Sutta (Ud III.9) - Sobre os Ofícios. O Buda define um bhikkhu como aquele que se leva uma vida simples, é bem intencionado, tem as faculdades contidas e é livre em todos os sentidos.

•       Loka Sutta (Ud III.10) – O Mundo. Depois da sua iluminação o Buda vê um mundo cheio de ignorância, desejo e sofrimento.

IV. Meghiyavagga – O Capítulo de Meghiya

•       Meghiya Sutta (Ud IV.1) - Meghiya. A importância de bons amigos, companheiros e camaradas.

•       Uddhata Sutta (Ud IV.2) - Sobre a Agitação. O Buda explica como um bhikkhu - cultivando a intenção e entendimento correto e conquistando a preguiça e torpor - deixa para trás toda agitação e os destinos infelizes.

•       Gopala Sutta (Ud IV.3) - Sobre o Vaqueiro. O Buda lembra que uma mente ou pensamento mal intencionado pode lhe fazer mais mal do que qualquer inimigo ou rival.

•       Junha Sutta (Ud IV.4) - Sob a Luz do Luar. O Buda exalta a felicidade, firmeza e segurança da mente cultivada e disciplinada do venerável Sariputta.

•       Naga Sutta (Ud IV.5) - Sobre o Elefante Naga. O Buda exalta o deleite do afastamento.

•       Pindola Sutta (Ud IV.6) - Sobre Pindola. O Buda exalta a disciplina e reclusão de Pindola.

•       Sariputta Sutta (Ud IV.7) - Sariputta. A meditação do venerável Sariputta.

•       Sundari Sutta (Ud IV.8) - Sundari. Um assassinato como tentativa de desacreditar o Buda e os seus discípulos.

•       Upasena Vangataputta Sutta (Ud IV.9) - Sobre Upasena Vangataputta. O Buda se inspira pela realização espiritual do venerável Upasena Vangataputta.

•       Sariputta Sutta (Ud IV.10) - Sariputta. A meditação do venerável Sariputta.

V. Sonavagga – O Capítulo de Sona

•       Piyatara Sutta (Ud V.1) - Mais Querido. A quem mais queremos no mundo?

•       Appayaka Sutta (Ud V.2) - A Curta Vida . O Buda nos lembra de que a vida é curta e, portanto, devemos praticar ardentemente.

•       Kutthi Sutta (Ud V.3) – O Leproso. O Buda instrui um leproso que alcança o estado de entrar na correnteza.

•       Kumaraka Sutta (Ud V.4) - Meninos. Um grupo de meninos atormentam os peixes.

•       Uposatha Sutta (Ud V.5) – A Observância. O Buda compara as maravilhosas qualidades do Dhamma com as qualidades do oceano.

•       Sona Sutta (Ud V.6) - Sona. Um devoto discípulo leigo reconhece as desvantagens da vida em família e decide tornar-se um bhikkhu.

•       Kankharevata Sutta (Ud V.7) - Revata o Duvidoso. A meditação do venerável Revata.

•       Ananda Sutta (Ud V.8) - Ananda. O cisma de Devadatta.

•       Saddhayamana Sutta (Ud V.9) - Sobre a Zombaria. O Buda reflete sobre a zombaria daqueles guiados pelo que não entendem.

•       Culapanthaka Sutta (Ud V.10) - Culapanthaka. A meditação do venerável Culapanthaka.

VI. Jaccandhavagga – Cego de Nascença

•       Ayusankharossajjana Sutta (Ud VI.1) - O abandono do processo vital. O venerável Ananda perde a oportunidade de pedir ao Buda que escolha por uma vida mais longa.

•       Sattajatila Sutta (Ud VI.2) - Sete Jatilas. O serviço secreto do Rei Pasenadi.

•       Paccavekkhana Sutta (Ud VI.3) - Reflexão. O Buda reflete sobre as qualidades inábeis por ele abandonadas e as qualidades hábeis por ele aperfeiçoadas.

•       Tittha (pathama) Sutta (Ud VI.4) – Sectários (1). O Buda emprega o conhecido símile do elefante para mostrar a futilidade de discutir as próprias idéias e opiniões.

•       Tittha (dutiya) Sutta (Ud VI.5) - Sectários (2). A futilidade das idéias de errantes e contemplativos.

•       Tittha (tatiya) Sutta (Ud VI.6) - Sectários (3). A futilidade das idéias de errantes e contemplativos.

•       Subhuti Sutta (Ud VI.7) - Subhuti. A meditação do venerável Subhuti.

•       Ganika Sutta (Ud VI.8) - Cortesã. Os afetos por uma cortesã.

•       Upatidhavanti Sutta (Ud VI.9) - Precipitando-se como insetos. O Buda reflete sobre como aqueles não despertos são atraídos pelo desejo sensual, tal como insetos são atraídos pela luz de uma lamparina.

•       Uppajjanti Sutta (Ud VI.10) - Surjimento. O Buda reflete sobre como aquelesdedicados ao entendimento incorreto não encontram o fim do sofrimento.

VII. Culavagga – O Capítulo Menor

•       Bhaddiya (pathama) Sutta (Ud VII.1) - Bhaddiya (1). O venerável Sariputta guia o venerável Bhaddiya ao estado de arahant.

•       Bhaddiya (dutiya) Sutta (Ud VII.2) - Bhaddiya (2). O venerável Sariputta segue instruindo o venerável Bhaddiya sem perceber que ele já havia realizado o estado de arahant.

•       Satta (pathama) Sutta (Ud VII.3) - Um Ser (1). O apego aos prazeres dos sentidos.

•       Satta (dutiya) Sutta (Ud VII.4) - Um Ser (2). O apego aos prazeres dos sentidos.

•       Lakuntakabhaddiya Sutta (Ud VII.5) - Venerável Bhaddiya. O Buda reflete sobre como a sabedoria de alguém não tem relação com a sua aparência externa.

•       Tanhasankhaya Sutta (Ud VII.6) - Destruição do Desejo. A meditação do venerável Añña Kondañña.

•       Papancakhaya Sutta (Ud VII.7) - Destruição da Proliferação. A reflexão do Buda sobre o seu estado mental.

•       Kaccana Sutta (Ud VII.8) - Kaccana. A meditação do venerável Mahakaccana.

•       Udapana Sutta (Ud VII.9) - O Poço. Em uma rara manifestação de poderes o Buda ensina uma lição ao venerável Ananda.

•       Udena Sutta (Ud VII.10) - Udena. Quinhentas mulheres iluminadas morrem num incêndio.

VIII. Pataligamiyavagga – O Capítulo do Vilarejo de Patali

•       Nibbana (pathama) Sutta (Ud VIII.1) – Nibbana (1). O Buda descreve a natureza de Nibbana.

•       Nibbana (dutiya) Sutta (Ud VIII.2) – Nibbana (2). O Buda descreve a natureza de Nibbana

•       Nibbana (tatiya) Sutta (Ud VIII.3) – Nibbana (3). O Buda descreve a natureza de Nibbana

•       Nibbana (catuttha) Sutta (Ud VIII.4) – Nibbana (4). O Buda descreve a natureza de Nibbana

•       Cunda Sutta (Ud VIII.5) - Cunda. Um relato da última refeição do Buda.

•       Pataligama Sutta (Ud VIII.6) - Em Pataligama. O Buda ensina e reflete sobre as recompensas e vantagens de ser virtuoso.

•       Dvidhapatha Sutta (Ud VIII.7) - Bifurcação. Um monge teimoso segue pela direção errada e é assaltado.

•       Visakha Sutta (Ud VIII.8) - Visakha. A discípula leiga Visakha chora pela morte de um dos seus netos e recebe do Buda um poderoso ensinamento.

•       Dabba (pathama) Sutta (Ud VIII.9) - Dabba (1). O parinibbana do venerável Dabba Mallaputta.

•       Dabba (dutiya) Sutta (Ud VIII.10) - Dabba (2). O Buda exalta o parinibbana do venerável Dabba Mallaputta e como o destino daqueles que encontraram a felicidade inabalável não pode ser discernido.


Revisado: 22 Março 2018

Copyright © 2000 - 2018, Acesso ao Insight - Michael Beisert: editor, Flávio Maia: designer.