Udana VII.4

Satta (dutiya) Sutta

Um Ser (2)

Somente para distribuição gratuita.
Este trabalho pode ser impresso para distribuição gratuita.
Este trabalho pode ser re-formatado e distribuído para uso em computadores e redes de computadores
contanto que nenhum custo seja cobrado pela distribuição ou uso.
De outra forma todos os direitos estão reservados.

 


Assim, ouvi. Certa ocasião, o Abençoado estava em Savatthi, no Bosque de Jeta, no Parque de Anathapindika. Agora naquela ocasião a maioria das pessoas em Savatthi estavam apegadas excessivamente aos prazeres sensuais. Elas viviam cobiçando, desejando, atadas, apaixonadas, viciadas, embriagadas pelos prazeres sensuais.

Então, ao amanhecer, o Abençoado se vestiu e tomando a tigela e o manto externo, foi para Savatthi para esmolar alimentos. O Abençoado viu como a maioria das pessoas em Savatthi estavam apegadas excessivamente aos prazeres sensuais. Elas viviam cobiçando, desejando, atadas, apaixonadas, viciadas, embriagadas pelos prazeres sensuais."

Então, dando-se conta do significado disso, o Abençoado nessa ocasião exclamou:

Cegos pelos prazeres sensuais,
presos na rede,
enrolados pelo manto do desejo,
atados pelo grilhão da negligência
tal como um peixe preso na rede do pescador,
eles seguem para o envelhecimento e morte,
tal como um novilho em busca da mãe.

 


>> Próximo Sutta

 

 

Revisado: 4 Outubro 2014

Copyright © 2000 - 2017, Acesso ao Insight - Michael Beisert: editor, Flávio Maia: designer.