Udana VII.2

Bhaddiya (dutiya) Sutta

Bhaddiya (2)

Somente para distribuição gratuita.
Este trabalho pode ser impresso para distribuição gratuita.
Este trabalho pode ser re-formatado e distribuído para uso em computadores e redes de computadores
contanto que nenhum custo seja cobrado pela distribuição ou uso.
De outra forma todos os direitos estão reservados.

 


Assim, ouvi. Certa ocasião, o Abençoado estava em Savatthi, no Bosque de Jeta, no Parque de Anathapindika. Agora naquela ocasião o venerável Sariputta estava instruindo, motivando, estimulando e encorajando o venerável Bhaddiya, o anão, com um discurso do Dhamma, visto que ele ainda o considerava um treinando. [1]

O Abençoado viu o venerável Sariputta instruindo, motivando, estimulando e encorajando o venerável Bhaddiya, o anão, com um discurso do Dhamma ...

Então, dando-se conta do significado disso, o Abençoado nessa ocasião exclamou:

Ele rompeu o ciclo, conquistou a libertação do desejo,
o rio secou e não mais flui;
o ciclo rompido não mais gira -
exatamente isso é o fim do sofrimento. [2]

 


Notas:

[1] De acordo com o comentário, enquanto Sariputta ensinava o Dhamma, Bhaddiya realizou o estado de arahant exatamente ali onde estava sentado. Sariputta no entanto não se deu conta disso e continuou com o discurso pensando que Bhaddiya ainda era um treinando. [Retorna]

[2] De acordo com o comentário, o ciclo mencionado na primeira linha é o ciclo das contaminações (kilesavatta) e quando esse ciclo é rompido o ciclo de kamma também é rompido. A libertação do desejo é nibbana. O rio é o desejo que secou completamente ao realizar o fruto do arahant. Com a erradicação do ciclo das contaminações, o ciclo de kamma é interrompido e não mais ocorre, passando a um estado de não surgimento assim sendo incapaz de produzir frutos. O fim do sofrimento - o absoluto não surgimento dos frutos no futuro em si já é o fim, o término, o silenciar de todo o sofrimento do samsara.

>> Próximo Sutta

 

 

Revisado: 4 Outubro 2014

Copyright © 2000 - 2017, Acesso ao Insight - Michael Beisert: editor, Flávio Maia: designer.