Sutta Nipata II.9

Kimsila Sutta

Com Qual Virtude?

Somente para distribuição gratuita.
Este trabalho pode ser impresso para distribuição gratuita.
Este trabalho pode ser re-formatado e distribuído para uso em computadores e redes de computadores
contanto que nenhum custo seja cobrado pela distribuição ou uso.
De outra forma todos os direitos estão reservados.

 


Sariputta:

“Com que virtude,
        qual comportamento,
praticando quais ações,
alguém estará bem fundamentado
e alcançará o objetivo último?”

O Buda:

“Que ele respeite
    os superiores; [
1]
não tenha inveja,
tenha noção do momento certo
    para ver o seu mestre, [
2]
ouça atentamente
    quando um discurso do Dhamma estiver sendo proferido;

Que ele visite o seu mestre no momento apropriado,
    seja obediente, deixando de lado a teimosia.
    Que ele se recorde e pratique
    o ensinamento,
    o autocontrole e a virtude.

Que ele se alegre e se delicie com o Dhamma,
esteja bem estabelecido no Dhamma;
que não fale em oposição ao Dhamma;[
3]
evite as conversas que não trazem benefício,
apenas empregue palavras verdadeiras, bem ditas.

Abandonando as gargalhadas,
a tagarelice, as reclamações
a má vontade, a fraude,
a hipocrisia, a cobiça,
a maldade, o mal humor,
a impureza e o apego,
permaneça livre
do orgulho,
    com a mente estável.

O cerne das palavras bem ditas é o entendimento.
O cerne do entendimento e aprendizado é a concentração.
A sabedoria daquele que é apressado e negligente não se incrementa.

Aqueles que se deliciam com os ensinamentos dos nobres,
    são incomparáveis em linguagem, ação e mente;
Estão estabelecidos na
        paz,
        tranqüilidade e
        concentração,
e alcançam
aquilo que a sabedoria e o aprendizado
possuem como cerne."[
4]

 


 

Notas:

1. De acordo com o Comentário, os superiores incluem os mais sábios, os mais hábeis na concentração e outros aspectos do caminho, e os seniores. [Retorna]

2. O Comentário diz que o momento certo de ver um mestre é quando se está tomado pela cobiça, raiva e delusão e não é capaz de encontrar por si só uma saída. Isto reflete um trecho do AN VI.26, no qual o Ven. Maha Kaccana diz que o momento correto para visitar um “bhikkhu digno de respeito” é quando se necessita ajuda para superar algum dos cinco obstáculos ou quando ainda não se possui um tema apropriado para focar para dar um fim às impurezas mentais. [Retorna]

3. O Comentário iguala “falar em oposição ao Dhamma” com “conversa de animais.” [Retorna]

4. O cerne do aprendizado e sabedoria é a libertação. [Retorna]

Nota de Thanissaro Bhikkhu: Este discurso menciona a noção metafórica “cerne” (sara) três vezes. Embora sara como uma metáfora seja com freqüência traduzida como “essência”, isto omite algumas das implicações desta metáfora. Quando se diz que x tem y como seu cerne, isso significa que o desenvolvimento adequado de x produz y, e que y é a parte mais valiosa de x – tal como uma árvore, na medida em que cresce, desenvolve o cerne, e o cerne é a parte mais valiosa da árvore.

 

 

Revisado: 13 Maio 2006

Copyright © 2000 - 2017, Acesso ao Insight - Michael Beisert: editor, Flávio Maia: designer.