Samyutta Nikaya XXXVI.3

Pahana Sutta

Abandono

Somente para distribuição gratuita.
Este trabalho pode ser impresso para distribuição gratuita.
Este trabalho pode ser re-formatado e distribuído para uso em computadores e redes de computadores
contanto que nenhum custo seja cobrado pela distribuição ou uso.
De outra forma todos os direitos estão reservados.

 


“Bhikkhus, há essas três sensações. Quais três? Sensações prazerosas, sensações dolorosas, sensações nem dolorosas, nem prazerosas. A tendência subjacente [1] do desejo deve ser abandonada no caso de sensações prazerosas; a tendência subjacente da aversão deve ser abandonada no caso de sensações dolorosas; a tendência subjacente da ignorância deve ser abandonada no caso das sensações nem dolorosas, nem prazerosas.

“Quando, bhikkhus, um bhikkhu abandonou a tendência subjacente do desejo em relação às sensações prazerosas, a tendência subjacente da aversão em relação às sensações dolorosas e a tendência subjacente da ignorância em relação às sensações nem dolorosas, nem prazerosas, então, ele é chamado aquele que está livre das tendências subjacentes, aquele que vê corretamente. Ele extirpou a cobiça, rompeu os grilhões e penetrando completamente a presunção, [2] deu um fim ao sofrimento.”

Quando alguém sente prazer,
se ele não compreende a sensação,
a tendência para o desejo está presente
para aquele que não vê como escapar disso.

Quando alguém sente dor,
se ele não compreende a sensação,
a tendência para a aversão está presente
para aquele que não vê como escapar disso.

O Senhor da Sabedoria ensinou
com relação àquela sensação pacífica,
nem dolorosa, nem prazerosa:
se alguém buscar o prazer até mesmo nisso,
ele ainda não estará libertado do sofrimento.

Mas quando um bhikkhu que é ardente
não negligencia a plena consciência, [3]
então esse homem sábio compreende completamente
as sensações na sua inteireza.

Ao compreender completamente as sensações,
ele está imaculado nesta mesma vida.
Firme no Dhamma, com a dissolução do corpo
o mestre do conhecimento não pode ser medido.

 


 

Notas:

1. Anusaya. Que também pode ser traduzido como obsessão. [Retorna]

2. “Presunção” se refere em particular à presunção de um eu, isto é ‘eu sou’, (asmi-mano), isto é, a crença na identidade, em ambos os níveis, intelectual e emocional. [Retorna]

3. “Plena Consciência”, sampajññna, tembém pode ser interpretado como “clara compreensão”. [Retorna]

>> Próximo Sutta

 

 

Revisado: 4 Dezembro 2004

Copyright © 2000 - 2017, Acesso ao Insight - Michael Beisert: editor, Flávio Maia: designer.