Samyutta Nikaya XXXV.98

Samvara Sutta

Contenção

Somente para distribuição gratuita.
Este trabalho pode ser impresso para distribuição gratuita.
Este trabalho pode ser re-formatado e distribuído para uso em computadores e redes de computadores
contanto que nenhum custo seja cobrado pela distribuição ou uso.
De outra forma todos os direitos estão reservados.

 


“Bhikkhus, eu ensinarei para vocês a contenção e a não contenção. Ouçam e prestem muita atenção àquilo que eu vou dizer.” – “Sim, venerável senhor,” os bhikkhus responderam. O Abençoado disse o seguinte:

“E como, bhikkhus, há a não contenção? Existem, bhikkhus, formas conscientizadas através do olho que são desejáveis, agradáveis e fáceis de serem gostadas, conectadas com o desejo sensual e que provocam a cobiça. Se um bhikkhu sente prazer com elas, acolhe-as e permanece atado a elas, ele deve compreender isso da seguinte maneira: ‘Eu estou declinando dos estados benéficos. Pois isso foi chamado declínio pelo Abençoado.’

“Existem, bhikkhus, sons conscientizados pelo ouvido ... objetos mentais conscientizados pela mente que são desejáveis, agradáveis e fáceis de serem gostados, conectados com o desejo sensual e que provocam a cobiça. Se um bhikkhu sente prazer com eles, acolhe-os e permanece atado a eles, ele deve compreender isso da seguinte maneira: ‘Eu estou declinando dos estados benéficos. Pois isso foi chamado de declínio pelo Abençoado.’

“Assim, bhikkhus, é a não contenção.

“Existem, bhikkhus, formas conscientizadas através do olho que são desejáveis, agradáveis e fáceis de serem gostadas, conectadas com o desejo sensual e que provocam a cobiça. Se um bhikkhu não sente prazer com elas, não as acolhe e não permanece atado a elas, ele deve compreender isso da seguinte maneira: ‘Eu não estou declinando dos estados benéficos. Pois isso foi chamado de não declínio pelo Abençoado.’

“Existem, bhikkhus, sons conscientizados pelo ouvido ... objetos mentais conscientizados pela mente que são desejáveis, agradáveis e fáceis de serem gostados, conectados com o desejo sensual e que provocam a cobiça. Se um bhikkhu não sente prazer com eles, não os acolhe e não permanece atado a eles, ele deve compreender isso da seguinte maneira: ‘Eu não estou declinando dos estados benéficos. Pois isso foi chamado de não declínio pelo Abençoado.’

“Assim, bhikkhus, é a contenção.”

 


 

>> Próximo Sutta

 

 

Revisado: 16 Abril 2013

Copyright © 2000 - 2017, Acesso ao Insight - Michael Beisert: editor, Flávio Maia: designer.