Samyutta Nikaya XXXV.14

Pubbesambodha (dutiya) Sutta

Antes da Iluminação

Somente para distribuição gratuita.
Este trabalho pode ser impresso para distribuição gratuita.
Este trabalho pode ser re-formatado e distribuído para uso em computadores e redes de computadores
contanto que nenhum custo seja cobrado pela distribuição ou uso.
De outra forma todos os direitos estão reservados.

 


Em Savatthi.

“Bhikkhus, antes da minha iluminação, quando eu era ainda um Bodisatva não iluminado eu pensei: 'Qual é a gratificação, qual é o perigo, qual é a escapatória no caso das formas? 'Qual é a gratificação, qual é o perigo, qual é a escapatória no caso dos sons ... dos aromas ... dos sabores ... dos tangíveis ... dos objetos mentais?'

"Então, bhikkhus, me ocorreu: 'O prazer e a alegria que surgem na dependência das formas: essa é a gratificação das formas. As formas são impermanentes, sofrimento e sujeitas à mudança: esse é o perigo das formas. A remoção e o abandono do desejo e cobiça pelas formas: essa é a escapatória das formas.

"O prazer e a alegria que surgem na dependência dos sons ... dos aromas ... dos sabores ... dos tangíveis ... dos objetos mentais: essa é a gratificação dos objetos mentais. Os objetos mentais são impermanentes, sofrimento e sujeitos à mudança: esse é o perigo dos objetos mentais. A remoção e o abandono do desejo e cobiça pela mente: essa é a escapatória dos objetos mentais.

“Enquanto, bhikkhus, não obtive o conhecimento direto da gratificação, do perigo, e da escapatória dessas seis bases externas, como na verdade elas são, não reivindiquei ter despertado para a insuperável perfeita iluminação neste mundo com os seus devas, maras e brahmas, esta população com seus contemplativos e brâmanes, seus príncipes e povo. Mas quando obtive o conhecimento direto da gratificação, do perigo, e da escapatória dessas seis bases externas, como na verdade elas são, reivindiquei ter despertado para a insuperável perfeita iluminação neste mundo com os seus devas, maras e brahmas, esta população com seus contemplativos e brâmanes, seus príncipes e povo. O conhecimento e visão surgiram em mim: ‘A libertação da minha mente é inabalável. Este é o meu último nascimento. Não há mais vir a ser a nenhum estado.’"

 


>> Próximo Sutta

 

 

Revisado: 20 Dezembro 2014

Copyright © 2000 - 2017, Acesso ao Insight - Michael Beisert: editor, Flávio Maia: designer.