Samyutta Nikaya XXXII.2

Haranti Sutta

Boa Conduta

Somente para distribuição gratuita.
Este trabalho pode ser impresso para distribuição gratuita.
Este trabalho pode ser re-formatado e distribuído para uso em computadores e redes de computadores
contanto que nenhum custo seja cobrado pela distribuição ou uso.
De outra forma todos os direitos estão reservados.

 


Em Savatthi. Sentado a um lado, aquele bhikkhu disse para o Abençoado: “Venerável senhor, qual é a causa e a razão porque alguém, aqui, com a dissolução do corpo, após a morte, renasce na companhia dos devas que habitam nas nuvens?”

“Aqui, bhikkhu, alguém pratica a boa conduta com o corpo, linguagem e mente.[1] Ele ouviu: ‘Os devas que habitam as nuvens vivem por muito tempo, são belos e abundam em felicidade.’ Ele pensa: ‘Oh, que com a dissolução do corpo, após a morte, eu possa renascer na companhia dos devas que habitam as nuvens!’ Então, com a dissolução do corpo, após a morte, ele renasce na companhia dos devas que habitam as nuvens.”

“Essa, bhikkhu, é a causa e a razão porque alguém aqui, com a dissolução do corpo, após a morte, renasce na companhia dos devas que habitam as nuvens.”

 


 

Nota:

[1] O renascimento como um deva é considerado como favorável e assim é o resultado direto de uma boa conduta, ao contrário do renascimento como um naga ou supanna que possui um status mesclado e portanto, é o resultado de um kamma ambivalente. [Retorna]

>> Próximo Sutta

 

 

Revisado: 2 Outubro 2004

Copyright © 2000 - 2017, Acesso ao Insight - Michael Beisert: editor, Flávio Maia: designer.