Samyutta Nikaya XXII.94

Puppha Sutta

Flores

Somente para distribuição gratuita.
Este trabalho pode ser impresso para distribuição gratuita.
Este trabalho pode ser re-formatado e distribuído para uso em computadores e redes de computadores
contanto que nenhum custo seja cobrado pela distribuição ou uso.
De outra forma todos os direitos estão reservados.

 


Em Savatthi. “Bhikkhus, eu não disputo com o mundo, é o mundo que disputa comigo. Quem fala o Dhamma não disputa com ninguém no mundo. Aquilo que os sábios no mundo concordam que não existe, eu também digo que isso não existe. E aquilo que os sábios no mundo concordam que existe, eu também digo que isso existe. [1]

“E o que é, bhikkhus, que os sábios no mundo concordam que não existe, e que eu também digo não existe? Forma que seja permanente, estável, eterna, não sujeita a mudanças: isso os sábios no mundo concordam que não existe, e eu também digo que não existe. Sensação ... Percepção ... formações volitivas ... Consciência que seja permanente, estável, eterna, não sujeita a mudanças: isso os sábios no mundo concordam que não existe e eu também digo que não existe.

“Isso, bhikkhus, é aquilo que os sábios no mundo concordam que não existe e eu também digo que isso não existe.

“E o que é, bhikkhus, que os sábios no mundo concordam que existe e que eu também digo que existe? Forma que seja impermanente, sofrimento e sujeita a mudanças: isso os sábios no mundo concordam que existe, e eu também digo que existe. Sensação ... Percepção ... formações volitivas ... Consciência que seja impermanente, sofrimento e sujeita a mudanças: isso os sábios no mundo concordam que existe e eu também digo que existe.

“Isso, bhikkhus, é aquilo que os sábios no mundo concordam que existe e eu também digo que isso existe.

“Há, bhikkhus, fenômenos no mundo [2] para os quais o Tathagata despertou e penetrou. Feito isso, ele passou a explicá-los, ensiná-los, proclamá-los, estabelecê-los, revelá-los, analisá-los e elucidá-los.

“E quais são esses fenômenos no mundo para os quais o Tathagata despertou e penetrou? Forma, bhikkhus, é um fenômeno no mundo para o qual o Tathagata despertou e penetrou. Feito isso, ele passou a explicá-lo, ensiná-lo, proclamá-lo, estabelecê-lo, revelá-lo, analisá-lo e elucidá-lo. Depois de assim ter sido explicado ... elucidado pelo Tathagata, se alguém não compreende e não vê, que posso eu fazer em relação a essa pessoa mundana tola, cega e sem visão, que não sabe e que não vê?

“Sensação ... Percepção ... formações volitivas ... Consciência é um fenômeno no mundo para o qual o Tathagata despertou e penetrou. Feito isso, ele passou a explicá-lo, ensin­á-lo, proclamá-lo, estabelecê-lo, revelá-lo, analisá-lo e elucidá-lo. Dspois de assim ter sido assim explicado ... elucidado pelo Tathagata, se alguém não compreende e não vê, que posso eu fazer em relação a essa pessoa mundana tola, cega e sem visão, que não sabe e que não vê?

“Bhikkhus, tal como uma flor de lótus azul, vermelha, ou branca, nasce na água e cresce na água, mas depois de se elevar acima da água, ela permanece sem ser maculada pela água, do mesmo modo, o Tathagata nasceu no mundo e cresceu no mundo, mas depois de superar o mundo, ele permanece sem ser maculado pelo mundo.” [3]

 


 

Notas::

[1] Esta porção do sutta oferece um importante contraponto à mensagem do Kaccayanagotta Sutta (SN XII.15). Aqui o Buda enfatiza que ele não rejeita todas as propostas ontológicas, mas apenas aquelas que transcendem as fronteiras daquilo que pode ser experimentado. A afirmação da existência dos cinco agregados, como um processo impermanente, serve como resposta às teorias ilusionistas que afirmam ser o mundo desprovido de existência real. [Retorna]

[2] Lokadhamma: os cinco agregados. [Retorna]

[3] Este sutta faz referência a três mundos. Quando diz “eu não disputo com o mundo” a referência é o mundo dos seres, (sattaloka). “Fenômenos no mundo” é o mundo das formações, (sankharaloka). “O Tathagata nasceu no mundo” é o mundo geográfico, (okasaloka). [Retorna]

>> Próximo Sutta

 

 

Revisado: 2 Outubro 2004

Copyright © 2000 - 2017, Acesso ao Insight - Michael Beisert: editor, Flávio Maia: designer.