Samyutta Nikaya XXI.8

Nanda Sutta

Nanda

Somente para distribuição gratuita.
Este trabalho pode ser impresso para distribuição gratuita.
Este trabalho pode ser re-formatado e distribuído para uso em computadores e redes de computadores
contanto que nenhum custo seja cobrado pela distribuição ou uso.
De outra forma todos os direitos estão reservados.

 


Em Savatthi. Então o Venerável Nanda, o meio irmão do Abençoado, se vestiu com mantos bem passados e alinhados, pintou os olhos, tomou uma tigela laqueada e se aproximou do Abençoado. Depois de cumprimentá-lo ele sentou a um lado e o Abençoado disse o seguinte:

“Nanda, não é correto que você, membro de um clã que deixou a vida em família e seguiu a vida santa com base na fé, vista mantos bem passados e alinhados, pinte os olhos, carregue uma tigela laqueada. Isto é correto, Nanda, que você viva nas florestas, se alimente com comida esmolada, vista mantos feitos com trapos e que permaneça indiferente aos prazeres sensuais.”

Isso foi o que disse o Abençoado. Tendo dito isso, o Mestre disse mais:

“Quando verei Nanda como um morador das florestas,
vestindo mantos cosidos de trapos,
subsistindo dos restos de desconhecidos,
indiferente aos prazeres sensuais?”

Então, depois de algum tempo, o Venerável Nanda passou a viver nas florestas, se alimentar com comida esmolada, vestir mantos feitos de trapos, permanecendo indiferente aos prazeres sensuais.

 


 

>> Próximo Sutta

 

 

Revisado: 4 Setembro 2004

Copyright © 2000 - 2017, Acesso ao Insight - Michael Beisert: editor, Flávio Maia: designer.