Samyutta Nikaya XLVII.4

Sala Sutta

Sala

Somente para distribuição gratuita.
Este trabalho pode ser impresso para distribuição gratuita.
Este trabalho pode ser re-formatado e distribuído para uso em computadores e redes de computadores
contanto que nenhum custo seja cobrado pela distribuição ou uso.
De outra forma todos os direitos estão reservados.

 


Em certa ocasião, o Abençoado estava em Kosala num vilarejo brâmane denominado Sala. Lá ele se dirigiu aos monges desta forma:

“Bhikkhus, aqueles bhikkhus recém-ordenados, que faz pouco seguiram a vida santa, que recentemente vieram para este Dhamma e Disciplina, devem ser exortados, colocados e estabelecidos por vocês no desenvolvimento dos quatro fundamentos da atenção plena. Quais quatro?

“’Venham, amigos, permaneçam contemplando o corpo como um corpo, ardente, plenamente consciente, unificados, com a mente límpida, concentrada, com a mente unificada em um só ponto, para conhecer o corpo como este na verdade é. Permaneçam contemplando as sensações como sensações ... para conhecer as sensações como estas na verdade são. Permaneçam contemplando a mente como mente ... para conhecer a mente como esta na verdade é. Permaneçam contemplando os objetos mentais como objetos mentais ... para conhecer os objetos mentais como estes na verdade são. [1]

“Bhikkhus, aqueles bhikkhus que estão em treinamento, que ainda não alcançaram o objetivo, que permanecem aspirando pela suprema segurança contra o cativeiro: eles também permanecem contemplando o corpo como um corpo, ardente, plenamente consciente, unificados, com a mente límpida, concentrada, com a mente unificada em um só ponto, para compreender completamente o corpo como este na verdade é. Eles também permanecem contemplando as sensações como sensações ... para compreender completamente as sensações como estas na verdade são. Eles também permanecem contemplando a mente como mente ... para compreender completamente a mente como esta na verdade é. Eles também permanecem contemplando os objetos mentais como objetos mentais ... para compreender completamente os objetos mentais como estes na verdade são.

“Bhikkhus, aqueles bhikkhus que são arahants, com suas impurezas destruídas, que viveram a vida santa, fizeram o que devia ser feito, depuseram o seu fardo, alcançaram o verdadeiro objetivo, destruíram os grilhões da existência e estão completamente libertados através do conhecimento supremo: eles também permanecem contemplando o corpo como um corpo, ardente, plenamente consciente, unificados, com a mente límpida, concentrada, com a mente unificada em um só ponto, desapegados do corpo. Eles também permanecem contemplando as sensações como sensações ... desapegados das sensações. Eles também permanecem contemplando a mente como mente ... desapegados da mente. Eles também permanecem contemplando os objetos mentais como objetos mentais ... desapegados dos objetos mentais.[2]

“Bhikkhus, aqueles bhikkhus recém-ordenados, que faz pouco seguiram a vida santa, que recentemente vieram para este Dhamma e Disciplina, devem ser exortados, colocados e estabelecidos por vocês no desenvolvimento dos quatro fundamentos da atenção plena.”

 


 

Notas:

[1] A fórmula tradicional da prática dos fundamentos da atenção plena é aqui modificada introduzindo as características duma mente “límpida, concentrada, com a mente unificada em um só ponto” que são atributos característicos da prática de concentração. [Retorna]

[2] O Buda recomenda que cada um, desde o noviço, passando pelo discípulo em treinamento, até o arahant, pratiquem os quatro fundamentos da atenção plena, cada um com uma abordagem distinta. O noviço pratica para obter o conhecimento direto, o discípulo em treinamento para obter a completa compreensão e o arahant pratica desapegado de tudo. [Retorna]

>> Próximo Sutta

 

 

Revisado: 16 Abril 2005

Copyright © 2000 - 2017, Acesso ao Insight - Michael Beisert: editor, Flávio Maia: designer.