Samyutta Nikaya XLVII.35

Sati Sutta

Atenção Plena

Somente para distribuição gratuita.
Este trabalho pode ser impresso para distribuição gratuita.
Este trabalho pode ser re-formatado e distribuído para uso em computadores e redes de computadores
contanto que nenhum custo seja cobrado pela distribuição ou uso.
De outra forma todos os direitos estão reservados.

 


Em Savatthi. “Bhikkhus, um bhikkhu deve permanecer com atenção plena e plena consciência. Essa é a nossa instrução para vocês.

“E como, bhikkhus, um bhikkhu tem atenção plena? Neste caso, bhikkhus, um bhikkhu permanece contemplando o corpo como um corpo, ardente, plenamente consciente e com atenção plena, tendo colocado de lado a cobiça e o desprazer pelo mundo. Ele permanece contemplando as sensações como sensações ... mente como mente ... objetos mentais como objetos mentais, ardente, plenamente consciente e com atenção plena, tendo colocado de lado a cobiça e o desprazer pelo mundo. É desse modo, bhikkhus, que um bhikkhu tem atenção plena.

“E como, bhikkhus, um bhikkhu tem plena consciência? Neste caso, bhikkhus, para um bhikkhu as sensações são compreendidas quando surgem, compreendidas enquanto estão presentes, compreendidas quando desaparecem. Os objetos mentais são compreendidos quando surgem, compreendidos enquanto estão presentes, compreendidos quando desaparecem. As percepções são compreendidas quando surgem, compreendidas enquanto estão presentes, compreendidas quando desaparecem. É desse modo bhikkhus, que um bhikkhu exerce a plena consciência.[1]

“Bhikkhus, um bhikkhu deve permanecer com atenção plena e plena consciência. Essa é a nossa instrução para vocês.”

 


 

Notas:

[1] Veja o MN 123.22, AN IV.41 e DN 33.1.11(5). [Retorna]

>> Próximo Sutta

 

 

Revisado: 16 Abril 2005

Copyright © 2000 - 2017, Acesso ao Insight - Michael Beisert: editor, Flávio Maia: designer.