Samyutta Nikaya XLVII.25

Aññatarabrahmana Sutta

Um Certo Brâmane

Somente para distribuição gratuita.
Este trabalho pode ser impresso para distribuição gratuita.
Este trabalho pode ser re-formatado e distribuído para uso em computadores e redes de computadores
contanto que nenhum custo seja cobrado pela distribuição ou uso.
De outra forma todos os direitos estão reservados.

 


Assim ouvi. Em certa ocasião, o Abençoado estava em Savatthi no Bosque de Jeta, no Parque de Anathapindika. Então, um certo brâmane foi até o Abençoado e ambos se cumprimentaram. Quando a conversa cortês e amigável havia terminado ele sentou a um lado e disse:

“Mestre Gotama, qual é a causa e razão porque o verdadeiro Dhamma não perdura depois que um Tathagata tenha realizado o parinibbana? E qual é a causa e razão porque o verdadeiro Dhamma perdura depois que um Tathagata tenha realizado o parinibbana?”

“Brâmane, é porque esses quatro fundamentos da atenção plena não são desenvolvidos e cultivados que o verdadeiro Dhamma não perdura depois que um Tathagata tenha realizado o parinibbana. E é porque esses quatro fundamentos da atenção plena são desenvolvidos e cultivados que o verdadeiro Dhamma perdura depois que um Tathagata tenha realizado o parinibbana. Quais quatro? Neste caso, amigo, um bhikkhu permanece contemplando o corpo como um corpo, ardente, plenamente consciente e com atenção plena, tendo colocado de lado a cobiça e o desprazer pelo mundo. Ele permanece contemplando as sensações como sensações ... mente como mente ... objetos mentais como objetos mentais, ardente, plenamente consciente e com atenção plena, tendo colocado de lado a cobiça e o desprazer pelo mundo.

Quando isso foi dito, aquele brâmane disse para o Abençoado: “Magnífico, Mestre Gotama! Magnífico, Mestre Gotama! Mestre Gotama esclareceu o Dhamma de várias formas, como se tivesse colocado em pé o que estava de cabeça para baixo, revelasse o que estava escondido, mostrasse o caminho para alguém que estivesse perdido ou segurasse uma lâmpada no escuro para aqueles que possuem visão pudessem ver as formas. Nós buscamos refúgio no Mestre Gotama, no Dhamma e na Sangha dos bhikkhus. Que o Mestre Gotama me aceite como o discípulo leigo que buscou refúgio para o resto da vida.”

 


 

>> Próximo Sutta

 

 

Revisado: 16 Abril 2005

Copyright © 2000 - 2017, Acesso ao Insight - Michael Beisert: editor, Flávio Maia: designer.