Samyutta Nikaya XLVI.56

Abhaya Sutta

Abhaya

Somente para distribuição gratuita.
Este trabalho pode ser impresso para distribuição gratuita.
Este trabalho pode ser re-formatado e distribuído para uso em computadores e redes de computadores
contanto que nenhum custo seja cobrado pela distribuição ou uso.
De outra forma todos os direitos estão reservados.

 


Assim ouvi. Em certa ocasião, o Abençoado estava em Rajagaha na Montanha do Pico do Abutre. Então, o Príncipe Abhaya foi até o Abençoado e depois de cumprimentá-lo sentou a um lado e disse: [1]

“Venerável senhor, Purana Kassapa diz: ‘Não há causa e condição para a falta de conhecimento e visão; a falta de conhecimento e visão ocorrem sem causa e condição. Não há causa e condição para conhecimento e visão; conhecimento e visão ocorrem sem causa e condição.’ O que o Abençoado diz disso?”

“Príncipe, há causa e condição para a falta de conhecimento e visão; a falta de conhecimento e visão ocorre com causa e condição. Há causa e condição para conhecimento e visão; conhecimento e visão ocorrem com causa e condição.”

(I. A causa para falta de conhecimento e visão)

“Mas, venerável senhor, qual é a causa e condição para a falta de conhecimento e visão? De que modo a falta de conhecimento e visão tem causa e condição?”

“Numa ocasião, príncipe, em que alguém permanece com a mente obcecada pelo desejo sensual, subjugada pelo desejo sensual, e ele nem sabe e tampouco vê como na verdade é a escapatória do desejo sensual que já surgiu: essa é a causa e condição para a falta de conhecimento e visão; é desse modo que a falta de conhecimento e visão tem causa e condição.

“Novamente, príncipe, numa ocasião em que alguém permanece com a mente obcecada pela má vontade ... obcecada pela preguiça e torpor ... obcecada pela inquietação e ansiedade ... obcecada pela dúvida, subjugada pela dúvida, e ele nem sabe e tampouco vê como na verdade é a escapatória da dúvida que já surgiu: essa é a causa e condição para a falta de conhecimento e visão; é desse modo que a falta de conhecimento e visão tem causa e condição.”

“Como é chamada essa explicação do Dhamma, venerável senhor?”

“Estes são chamados de obstáculos, príncipe.”

“Com certeza esses são obstáculos, Abençoado! Com certeza esses são obstáculos, Iluminado! Alguém subjugado apenas por um único obstáculo seria incapaz de saber e ver as coisas como elas na verdade são, sem falar daquele subjugado pelos cinco obstáculos.

(II. A causa do conhecimento e da visão)

“Mas, venerável senhor, qual é a causa e condição para conhecimento e visão? De que modo conhecimento e visão têm causa e condição?”

“Neste caso, príncipe, um bhikkhu desenvolve o fator da iluminação da atenção plena, que tem como base o afastamento, desapego e cessação, que amadurece no abandono. Com uma mente que tenha desenvolvido o fator da iluminação da atenção plena ele sabe e vê as coisas como elas na verdade são. Essa é uma causa para conhecimento e visão; é desse modo que conhecimento e visão têm causa e condição.

...

“Novamente, príncipe, um bhikkhu desenvolve o fator da iluminação da equanimidade, que tem como base o afastamento, desapego e cessação, que amadurece no abandono. Com uma mente que tenha desenvolvido o fator da iluminação da equanimidade ele sabe e vê as coisas como elas na verdade são. Essa é uma causa para o conhecimento e visão; é desse modo que conhecimento e visão têm causa e condição.”

“Como é chamada essa explicação do Dhamma, venerável senhor?”

“Estes são chamados de fatores da iluminação, príncipe.”

“Com certeza esses são fatores da iluminação, Abençoado! Com certeza esses são fatores da iluminação, Iluminado! Alguém que possuísse apenas um único fator da iluminação saberia e veria as coisas como elas na verdade são, sem falar daquele que possui os sete fatores da iluminação. A fadiga corporal e a fatiga mental que experimentei ao subir a Montanha do Pico do Abutre foram apaziguadas. Eu penetrei o Dhamma.” [2]

 


 

Notas:

[1] O Príncipe Abhaya era um dos filhos do Rei Bimbisara, mas ele não era o príncipe herdeiro. [Retorna]

[2] Essa declaração significa que ele realizou o caminho daquele que entra na correnteza. [Retorna]

>> Próximo Sutta

 

 

Revisado: 16 Abril 2013

Copyright © 2000 - 2017, Acesso ao Insight - Michael Beisert: editor, Flávio Maia: designer.