Samyutta Nikaya XLIX.6

Chatthapacinaninna Sutta

Declivando para o Oceano

Somente para distribuição gratuita.
Este trabalho pode ser impresso para distribuição gratuita.
Este trabalho pode ser re-formatado e distribuído para uso em computadores e redes de computadores
contanto que nenhum custo seja cobrado pela distribuição ou uso.
De outra forma todos os direitos estão reservados.

 


Em Savatthi. Lá o Abençoado disse o seguinte: “Bhikkhus, há esses quatro esforços corretos. Quais quatro? Aqui, um bhikkhu gera desejo de que não surjam estados ruins e prejudiciais que ainda não surgiram e ele se aplica, estimula a sua energia, empenha a sua mente e se esforça. Ele gera desejo de abandonar estados ruins e prejudiciais que já surgiram e ele se aplica, estimula a sua energia, empenha a sua mente e se esforça. Ele gera desejo de que surjam estados benéficos que ainda não surgiram e ele se aplica, estimula a sua energia, empenha a sua mente e se esforça. Ele gera desejo para a continuidade, o não desaparecimento, o fortalecimento, o incremento e a realização através do desenvolvimento de estados benéficos que já surgiram e ele se aplica, estimula a sua energia, empenha a sua mente e se esforça. Esses são os quatro esforços corretos. [1]

“Bhikkhus, assim como o rio Gânges decliva, tende e se inclina na direção do oceano, um bhikkhu que desenvolve e cultiva os quatro esforços corretos também decliva, tende e se inclina na direção de Nibbana.[2]

“E como, bhikkhus, um bhikkhu desenvolve e cultiva os quatro esforços corretos para ele declivar, tender e se inclinar na direção de Nibbana? Neste caso, bhikkhus, um bhikkhu gera desejo de que não surjam estados ruins e prejudiciais que ainda não surgiram e ele se aplica, estimula a sua energia, empenha a sua mente e se esforça. Ele gera desejo de abandonar estados ruins e prejudiciais que já surgiram ... Ele gera desejo de que surjam estados benéficos que ainda não surgiram ... Ele gera desejo para a continuidade, o não desaparecimento, o fortalecimento, o incremento e a realização através do desenvolvimento de estados benéficos que já surgiram e ele se aplica, estimula a sua energia, empenha a sua mente e se esforça. Esses são os quatro esforços corretos.

“É dessa forma, bhikkhus, que um bhikkhu desenvolve e cultiva os quatro esforços corretos para ele declivar, tender e se inclinar na direção de Nibbana.”

 


 

Notas:

 

[1] Os estados ruins e prejudiciais são a cobiça, raiva e delusão e as suas contaminações associadas. Desejo, chanda, é o desejo de fazer algo benéfico; esforço, energia, aplicação, empenho são todos termos para a energia, (viriya). Os estados benéficos são a não-cobiça, não-raiva, não-delusão e os seus concomitantes. [Retorna]

[2] Veja o sutta paralelo a este no SN XLVIII.76. [Retorna]

>> Próximo Sutta

 

 

Revisado: 4 Dezembro 2004

Copyright © 2000 - 2017, Acesso ao Insight - Michael Beisert: editor, Flávio Maia: designer.