Samyutta Nikaya XLII.3

Yodhajiva Sutta

Guerreiros

Somente para distribuição gratuita.
Este trabalho pode ser impresso para distribuição gratuita.
Este trabalho pode ser re-formatado e distribuído para uso em computadores e redes de computadores
contanto que nenhum custo seja cobrado pela distribuição ou uso.
De outra forma todos os direitos estão reservados.

 


Então, o chefe tribal Yodhajiva, o Guerreiro, [1] foi até o Abençoado e depois de cumprimentá-lo sentou a um lado e disse:

“Venerável senhor, eu ouvi, dito pelos guerreiros de antigamente da linhagem dos mestres: ‘Quando um guerreiro é alguém que se esforça e se empenha na batalha, se outros o matarem e acabarem com ele enquanto ele está se esforçando e se empenhando na batalha, então, com a dissolução do corpo, depois da morte, ele renasce na companhia dos devas que foram mortos em batalha.’ O que o Abençoado diz disso?”

“Já basta, chefe tribal, deixe isso de lado! Não me pergunte isso!”

Uma segunda vez e uma terceira vez o chefe tribal Yodhajiva disse: “Venerável senhor, eu ouvi, dito pelos guerreiros de antigamente da linhagem dos mestres: ... O que o Abençoado diz disso?”

“Com certeza, chefe tribal, eu não estou conseguindo persuadi-lo quando digo, ‘Já basta, chefe tribal, deixe isso de lado! Não me pergunte isso!’ Então, eu lhe responderei. Quando, chefe tribal, um guerreiro é alguém que se esforça e se empenha na batalha, a mente dele já está baixa, depravada, desencaminhada devido ao pensamento: ‘Que esses seres sejam mortos, massacrados, aniquilados, destruídos ou exterminados.’ Se outros então o matarem e acabarem com ele enquanto ele estiver se esforçando e se empenhando na batalha, então, com a dissolução do corpo, depois da morte, ele renasce no ‘inferno dos que foram mortos em batalha’ [2] Mas se ele tiver uma idéia como esta: ‘Quando um guerreiro é alguém que se esforça e se empenha na batalha, se outros o matarem e acabarem com ele enquanto ele está se esforçando e se empenhando na batalha, então, com a dissolução do corpo, depois da morte, ele renasce na companhia dos devas que foram mortos em batalha’ – isso é um entendimento incorreto da parte dele. Para uma pessoa com o entendimento incorreto, eu digo, há um entre dois possíveis destinos: o inferno ou o reino animal.”

Quando isso foi dito o chefe tribal Yodhajiva clamou e se debulhou em prantos. [O Abençoado disse:] “Pois é, não consegui persuadi-lo quando disse, ‘Já basta, chefe tribal, deixe isso de lado! Não me pergunte isso!’”

“Não estou chorando, venerável senhor, pelo que o Abençoado me disse, mas porque fui enganado, trapaceado e ludibriado durante muito tempo pelos guerreiros de antigamente da linhagem dos mestres que disseram: ‘Quando um guerreiro é alguém que se esforça e se empenha na batalha, se outros o matarem e acabarem com ele enquanto ele está se esforçando e se empenhando na batalha, então, com a dissolução do corpo, depois da morte, ele renasce na companhia dos devas que foram mortos em batalha.’

“Magnífico, Venerável senhor! Magnífico, Venerável senhor! O Abençoado esclareceu o Dhamma de várias formas, como se tivesse colocado em pé o que estava de cabeça para baixo, revelasse o que estava escondido, mostrasse o caminho para alguém que estivesse perdido ou segurasse uma lâmpada no escuro para aqueles que possuem visão pudessem ver as formas. Nós buscamos refúgio no Abençoado, no Dhamma e na Sangha dos bhikkhus. Que o Abençoado nos aceite como discípulo leigo que nele buscou refúgio para o resto da vida.”

 


 

Notas:

[1] O comentário explica o significado como alguém que vive da guerra, que pode ser um mercenário ou um soldado por profissão. [Retorna]

[2] O comentário informa que este não é um inferno em separado, mas uma seção de Avici, o grande inferno, onde renascem os seres mortos em batalha. [Retorna]

>> Próximo Sutta

 

 

Revisado: 4 Dezembro 2004

Copyright © 2000 - 2017, Acesso ao Insight - Michael Beisert: editor, Flávio Maia: designer.