Samyutta Nikaya XLII.11

Bhadraka Sutta

Bhadraka

Somente para distribuição gratuita.
Este trabalho pode ser impresso para distribuição gratuita.
Este trabalho pode ser re-formatado e distribuído para uso em computadores e redes de computadores
contanto que nenhum custo seja cobrado pela distribuição ou uso.
De outra forma todos os direitos estão reservados.

 


Certa ocasião o Abençoado estava numa cidade dos Mallas chamada Uruvelakappa. Então, o chefe tribal Bhadraka foi até o Abençoado e depois de cumprimentá-lo sentou a um lado e disse:

"Seria bom, venerável senhor, se o Abençoado me ensinasse sobre a origem e a cessação do sofrimento."

“Chefe tribal, se eu lhe ensinasse a origem e a cessação do sofrimento referindo-me ao passado assim, ‘assim era no passado,’ a dúvida e a perplexidade surgiriam em você por conta disso. Se eu lhe ensinasse a origem e a cessação do sofrimento referindo-me ao futuro assim, ‘assim será no futuro,’ a dúvida e a perplexidade surgiriam em você por conta disso. Ao invés disso, chefe tribal, enquanto estou sentado exatamente aqui, e você está sentado exatamente aí, eu lhe ensinarei a origem e a cessação do sofrimento."

"O que você pensa, chefe tribal? Há pessoas em Uruvelakappa que se fossem censuradas, multadas, aprisionadas, ou executadas, por conta disso surgiriam em você tristeza, lamentação, dor, angústia e desespero?"

"Sim, venerável senhor, há pessoas assim."

"Mas há pessoas em Uruvelakappa que se fossem censuradas, multadas, aprisionadas, ou executadas, por conta disso não surgiriam em você tristeza, lamentação, dor, angústia e desespero?"

"Sim, venerável senhor, há pessoas assim."

"Chefe tribal, qual é a causa e razão porque em relação a algumas pessoas em Uruvelakappa surgiriam em você tristeza, lamentação, dor, angústia e desespero se elas fossem censuradas, multadas, aprisionadas, ou executadas, enquanto que em relação a outras não surgiria a tristeza, lamentação, dor, angústia e desespero se elas fossem censuradas, multadas, aprisionadas, ou executadas?"

"Aquelas pessoas em Uruvelakappa em relação às quais surgiria a tristeza, lamentação, dor, angústia e desespero se elas fossem censuradas, multadas, aprisionadas, ou executadas, são aquelas pelas quais tenho desejo e apego. Mas aquelas pessoas em Uruvelakappa em relação às quais não surgiria a tristeza, lamentação, dor, angústia e desespero se elas fossem censuradas, multadas, aprisionadas, ou executadas, são aquelas pelas quais não tenho desejo e apego."

"Chefe tribal, por meio desse princípio que é visto, compreendido, realizado de imediato, entendido, aplique esse método ao passado e ao futuro assim: 'Qualquer sofrimento que tenha surgido no passado, tudo isso surgiu enraizado no desejo, com o desejo como fonte; pois o desejo é a raiz do sofrimento. 'Qualquer sofrimento que venha surgir no futuro, tudo isso surgirá enraizado no desejo, com o desejo como fonte; pois o desejo é a raiz do sofrimento.'"

"É admirável, venerável senhor! É maravilhoso, venerável senhor! Quão bem isso foi dito pelo Abençoado: 'Qualquer sofrimento que surja, tudo isso surge enraizado no desejo, com o desejo como fonte; pois o desejo é a raiz do sofrimento.' Venerável senhor, eu tenho um filho chamado Ciravasi que mora numa outra residência. Eu levanto cedo e mando alguém dizendo: 'Vá e descubra como está Ciravasi.' Até que ele retorne eu fico preocupado, pensando: 'Espero que Ciravasi não esteja aflito!'"

"O que você pensa, chefe tribal, se Ciravasi fosse censurado, multado, aprisionado, ou executado, surgiriam em você a tristeza, lamentação, dor, angústia e desespero?"

"Venerável senhor, se Ciravasi fosse censurado, multado, aprisionado, ou executado, até mesmo a minha vida seria transtornada, então como poderiam a tristeza, lamentação, dor, angústia e desespero não surgir em mim?"

"Desse modo também, chefe tribal, pode ser compreendido: 'Qualquer sofrimento que surja, tudo isso surge enraizado no desejo, com o desejo como fonte; pois o desejo é a raiz do sofrimento.'

"O que você pensa, chefe tribal? Antes de ter visto ou ouvido a mãe de Ciravasi houve algum desejo, afeição, ou apego por ela?"

"Não venerável senhor."

"Então foi por ter visto ou ouvido a mãe de Ciravasi que esse desejo, afeição, ou apego surgiram em você?"

"Sim venerável senhor."

"O que você pensa, chefe tribal, se a mãe de Ciravasi fosse censurada, multada, aprisionada, ou executada, surgiriam em você a tristeza, lamentação, dor, angústia e desespero?"

"Venerável senhor, se a mãe de Ciravasi fosse censurada, multada, aprisionada. ou executada, até mesmo a minha vida seria transtornada, então como poderiam a tristeza, lamentação, dor, angústia e desespero não surgir em mim?"

"Desse modo também, chefe tribal, pode ser compreendido: 'Qualquer sofrimento que surja, tudo isso surge enraizado no desejo, com o desejo como fonte; pois o desejo é a raiz do sofrimento.'"

 

 

Revisado: 16 Março 2013

Copyright © 2000 - 2017, Acesso ao Insight - Michael Beisert: editor, Flávio Maia: designer.