Samyutta Nikaya X.4

Manibhadda Sutta

Manibhadda

Somente para distribuição gratuita.
Este trabalho pode ser impresso para distribuição gratuita.
Este trabalho pode ser re-formatado e distribuído para uso em computadores e redes de computadores
contanto que nenhum custo seja cobrado pela distribuição ou uso.
De outra forma todos os direitos estão reservados.

 


Em certa ocasião, o Abençoado estava entre os Magadhas no Templo Manimalaka, no lugar freqüentado pelo yakkha Manibhadda. Então, o yakkha Manibhadda foi até o Abençoado e na sua presença recitou estes versos:

“Sempre é bom para quem tem atenção plena,
quem tem atenção plena goza na felicidade.
Cada dia é melhor para quem tem atenção plena,
e ele está livre de inimizades.”

[O Abençoado:]

“Sempre é bom para quem tem atenção plena,
quem tem atenção plena goza na felicidade.
Cada dia é melhor para quem tem atenção plena,
mas ele não está livre de inimizades.

“Aquele cuja mente o dia todo e à noite
se delicia com a incapacidade de fazer o mal,
que sente amor bondade por todos os seres -
para ele não existe inimizade com ninguém.” [1]

 


 

Notas:

[1] “Com a incapacidade de fazer o mal”, ahimsaya, significa ter compaixão ou estar no estágio preliminar da compaixão, isto é o acesso ao primeiro jhana produzido pela meditação de compaixão. “Que sente amor bondade por todos os seres”, metta, significa aquele que desenvolve amor bondade, ou que está no estágio preliminar do amor bondade. “Para ele não existe inimizade com ninguém”, alguém para quem o amor bondade e compaixão é uma parte do seu caráter. Por causa da mente cheia de raiva, alguém poderia nutrir inimizade até mesmo por um arahant que não tenha desenvolvido a meditação do amor bondade e compaixão. Mas ninguém poderia nutrir inimizade por aquele que é dotado da libertação da mente através do amor bondade e compaixão, tão poderosa é a meditação das moradas divinas. [Retorna]

 

 

Revisado: 5 Fevereiro 2005

Copyright © 2000 - 2017, Acesso ao Insight - Michael Beisert: editor, Flávio Maia: designer.