Samyutta Nikaya LVI.10

Tiracchanakatha Sutta

Conversa Frívola

Somente para distribuição gratuita.
Este trabalho pode ser impresso para distribuição gratuita.
Este trabalho pode ser re-formatado e distribuído para uso em computadores e redes de computadores
contanto que nenhum custo seja cobrado pela distribuição ou uso.
De outra forma todos os direitos estão reservados.

 


“Bhikkhus, não se envolvam em conversas frívolas, isto é, falar sobre reis, ladrões, ministros de estado, exércitos, perigos e batalhas; comida e bebida, roupas, mobília, ornamentos e perfumes, parentes; veículos; vilarejos, vilas, cidades, o campo; mulheres e heróis; as fofocas das ruas e do poço; contos dos mortos; contos da diversidade, (discussões filosóficas do passado e do futuro), a criação do mundo e do mar e falar sobre a existência ou não das coisas . Por qual razão? Porque, bhikkhus, esse tipo de conversa não traz benefícios, não pertence aos fundamentos da vida santa e não conduz ao desencantamento, ao desapego, à cessação, à paz, ao conhecimento direto, à iluminação, a Nibbana.

“Quando conversarem, bhikkhus, vocês deveriam conversar sobre: ‘Isto é sofrimento’; vocês deveriam conversar sobre: ‘Esta é a origem do sofrimento’; vocês deveriam conversar sobre: ‘Esta é a cessação do sofrimento’; vocês deveriam conversar sobre: ‘Este é o caminho que conduz à cessação do sofrimento.’ Por qual razão? Porque, bhikkhus, esse tipo de conversa traz benefícios, pertence aos fundamentos da vida santa e conduz ao desencantamento, ao desapego, à cessação, à paz, ao conhecimento direto, à iluminação, a Nibbana.

“Portanto, bhikkhus, um esforço deve ser feito para compreender: ‘Isto é sofrimento.’ Um esforço deve ser feito para compreender: ‘Esta é a origem do sofrimento.’ Um esforço deve ser feito para compreender: ‘Esta é a cessação do sofrimento.’ Um esforço deve ser feito para compreender: ‘Este é o caminho que conduz à cessação do sofrimento.’”

 


 

>> Próximo Sutta

 

 

Revisado: 16 Abril 2005

Copyright © 2000 - 2017, Acesso ao Insight - Michael Beisert: editor, Flávio Maia: designer.