Samyutta Nikaya LV.30

Nandakalicchavi Sutta

O Licchavi

Somente para distribuição gratuita.
Este trabalho pode ser impresso para distribuição gratuita.
Este trabalho pode ser re-formatado e distribuído para uso em computadores e redes de computadores
contanto que nenhum custo seja cobrado pela distribuição ou uso.
De outra forma todos os direitos estão reservados.

 


Em certa ocasião, o Abençoado estava em Vesali na Grande Floresta no Salão com um pico na cumeeira. Então, Nandaka, o ministro dos Licchavis, foi até o Abençoado e depois de cumprimentá-lo sentou a um lado e o Abençoado lhe disse:

“Nandaka, um nobre discípulo, que possui quatro coisas, entrou na correnteza, não mais destinado aos mundos inferiores, com o destino fixo, ele tem a iluminação como destino. Quais quatro? Aqui, Nandaka, o nobre discípulo possui perfeita claridade, serenidade e confiança no Buda assim: ‘O Abençoado é ... mestre de devas e humanos, iluminado, sublime.’ Ele possui perfeita claridade, serenidade e confiança no Dhamma ... na Sangha ... Ele possui as virtudes apreciadas pelos nobres – intactas ... que conduzem à concentração. Um nobre discípulo, que possui essas quatro coisas, entrou na correnteza, não mais destinado aos mundos inferiores, com o destino fixo, ele tem a iluminação como destino.[1]

“Além disso, Nandaka, um nobre discípulo que possua essas quatro coisas é favorecido com uma vida longa, quer seja celestial ou humana; ele é favorecido com a beleza, quer seja celestial ou humana; ele é favorecido com a felicidade, quer seja celestial ou humana; ele é favorecido com a fama, quer seja celestial ou humana; ele é favorecido com a soberania, quer seja celestial ou humana. Agora eu digo isso, Nandaka, não por ter ouvido isso de algum outro contemplativo ou brâmane; na verdade, eu apenas digo aquilo que sei, vi e compreendi por mim mesmo.”

Quando isso foi dito, um homem disse para Nandaka, o ministro dos Licchavis: “É hora do seu banho, senhor.”

“Já basta agora, eu digo, com esse banho externo. Este banho interno é suficiente, isto é, a perfeita claridade, serenidade e confiança no Abençoado.”

 


 

Notas:

[1] Igual ao SN LV.1. [Retorna]

>> Próximo Sutta

 

 

Revisado: 5 Setembro 2013

Copyright © 2000 - 2017, Acesso ao Insight - Michael Beisert: editor, Flávio Maia: designer.