Samyutta Nikaya III.20

Puttaka Sutta

Sem Filhos

Somente para distribuição gratuita.
Este trabalho pode ser impresso para distribuição gratuita.
Este trabalho pode ser re-formatado e distribuído para uso em computadores e redes de computadores
contanto que nenhum custo seja cobrado pela distribuição ou uso.
De outra forma todos os direitos estão reservados.

 


Em Savatthi. Então o rei Pasenadi foi até o Abençoado e depois de cumprimentá-lo sentou a um lado. O Abençoado então disse o seguinte:

"Grande rei, de onde você está vindo no meio do dia?"

"Aqui, venerável senhor, um banqueiro em Savatthi morreu, eu venho depois de transportar a sua riqueza para o palácio visto que ele morreu sem deixar testamento."

"Assim é, grande rei, assim é grande rei. Uma vez no passado um banqueiro ofereceu comida esmolada para um paccekabuddha chamado Tagarasikhi. Tendo dito, 'Dê comida para o contemplativo,' ele levantou do seu assento e partiu. Mas depois de ter dado ele se arrependeu, pensando: 'Teria sido melhor se os escravos ou trabalhadores tivessem comido aquilo!' Além disso ele matou o único filho do seu irmão para herdar a sua fortuna.

"Visto que o banqueiro ofereceu comida ao paccekabuddha Tagarasikhi, como resultado desse kamma ele renasceu sete vezes num destino feliz. Como resultado desse kamma ele obteve por sete vezes a posição de banqueiro aqui mesmo em Savatthi. Mas como mais tarde ele se arrependeu da oferenda, como resultado residual desse kamma a sua mente não se inclinava para o prazer da boa comida, das boas roupas e dos bons veículos, nem para o prazer derivado dos cinco elementos do prazer sensual. E visto que aquele banqueiro matou o único filho do seu irmão para herdar a sua fortuna, como resultado desse kamma ele sofreu no inferno por muitas centenas de anos, por muitos milhares de anos. Como resultado residual desse kamma ele deixou para o tesouro real sete fortunas.

"O antigo mérito desse banqueiro está completamente exaurido e ele não acumulou novos méritos. Assim hoje, grande rei, esse banqueiro está sendo assado no grande inferno Roruva."

"Então, venerável senhor, esse banqueiro renasceu no grande inferno Roruva?"

"Sim grande rei, esse banqueiro renasceu no grande inferno Roruva."

"Grãos, riqueza, ouro, e prata,
ou quaisquer outras posses,
escravos, trabalhadores, mensageiros,
todos aqueles que vivem como dependentes:
sem levar nada consigo ele tem que partir,
tudo tem que ser deixado para trás.

"Mas aquilo que foi feito através do corpo,
linguagem ou mente:
isso deveras lhe pertence,
isso ele leva ao partir;
isso é aquilo que o segue
tal como uma sombra que nunca parte.

"Portanto faça o bem
como uma coleção para a vida futura.
Méritos é aquilo que sustenta os seres vivos
ao surgirem no outro mundo."

 


>> Próximo Sutta

 

 

Revisado: 16 Março 2013

Copyright © 2000 - 2017, Acesso ao Insight - Michael Beisert: editor, Flávio Maia: designer.