Majjhima Nikaya 134

Lomasakangiyabhaddekaratta Sutta

Lomasakangiya e Uma Única Noite Excelente

Somente para distribuição gratuita.
Este trabalho pode ser impresso para distribuição gratuita.
Este trabalho pode ser re-formatado e distribuído para uso em computadores e redes de computadores
contanto que nenhum custo seja cobrado pela distribuição ou uso.
De outra forma todos os direitos estão reservados.

 


1. Assim ouvi. Em certa ocasião, o Abençoado estava em Savatthi no Bosque de Jeta, no Parque de Anathapindika. Agora, naquela ocasião o venerável Lomasakangiya estava no país dos Sakyas em Kapilavatthu no Parque de Nigrodha. [1]

2. E assim, quando a noite estava bem avançada, Candana, um jovem deva com belíssima aparência que iluminou toda a área do Parque de Nigrodha, se aproximou do venerável Lomasakangiya. Ficando em pé a um lado, Candana disse:

“Bhikkhu, você se lembra do sumário e da análise ‘Daquele que teve Uma Única Noite Excelente’?”

“Amigo, eu não me lembro do sumário e da análise ‘Daquele que teve Uma Única Noite Excelente.’ Mas, amigo, você se lembra do sumário e da análise ‘Daquele que teve Uma Única Noite Excelente’?”

“Bhikkhu, eu também não me lembro do sumário e da análise ‘Daquele que teve Uma Única Noite Excelente.’ Mas, bhikkhu, você se lembra dos versos ‘Daquele que teve Uma Única Noite Excelente’?”

“Amigo, eu não me lembro dos versos ‘Daquele que teve Uma Única Noite Excelente.’ Mas, amigo, você se lembra dos versos ‘Daquele que teve Uma Única Noite Excelente’?”

“Bhikkhu, eu me lembro dos versos ‘Daquele que teve Uma Única Noite Excelente.’

“Mas, amigo, como você se lembra dos versos ‘Daquele que teve Uma Única Noite Excelente.’?”

“Bhikkhu, certa vez o Abençoado estava entre os devas do paraíso dos Trinta e Três, na pedra de Mármore Vermelha, ao pé da árvore Paricchattaka. [2] Lá, o Abençoado recitou o sumário e a análise ‘Daquele que teve Uma Única Noite Excelente’ para os devas do paraíso do Trinta e Três:

3. ‘Que ninguém reviva o passado
ou no futuro coloque as suas esperanças;
pois o passado foi deixado para trás
e o futuro ainda não foi alcançado.
Ao invés disso, que ele veja com insight
cada estado surgido no presente;
que ele compreenda isso e tenha certeza disso,
invencível, inabalável.
Hoje o esforço tem que ser feito;
amanhã a Morte poderá vir, quem sabe?
Não há barganha com a Mortalidade
que a mantenha, com a sua horda, fora disso,
mas aquele que permanece assim ardente,
decidido, durante o dia, durante a noite -
é ele, disse o Sábio em Paz;
que teve uma única noite excelente.’

4. “Bhikkhu, eu me lembro dos versos ‘Daquele que teve Uma Única Noite Excelente.’ Bhikkhu, aprenda o sumário e a análise ‘Daquele que teve Uma Única Noite Excelente.’ Bhikkhu, obtenha proficiência no sumário e na análise ‘Daquele que teve Uma Única Noite Excelente.’ Bhikkhu, lembre-se do sumário e da análise ‘Daquele que teve Uma Única Noite Excelente.’ Bhikkhu, o sumário e a análise ‘Daquele que teve Uma Única Noite Excelente’ traz benefício, faz parte dos fundamentos da vida santa.”

Isso foi o que Candana disse e em seguida desapareceu de vez.

5. Então, ao amanhecer, o venerável Lomasakangiya arrumou o seu local de descanso e tomando a tigela e o manto externo foi caminhando em etapas até Savatthi. Ele por fim chegou em Savatthi e foi até o Abençoado no Bosque de Jeta, no Parque de Anathapindika. Depois de cumprimentá-lo, ele sentou a um lado e relatou ao Abençoado tudo que havia ocorrido, e disse: “Seria bom, venerável senhor, se o Abençoado me ensinasse o sumário e a análise ‘Daquele que teve Uma Única Noite Excelente.’”

6. “Bhikkhu, você conhece aquele jovem deva?”

“Não, venerável senhor.”

“Bhikkhu, o nome daquele jovem deva é Candana. Ele tem consideração pelo Dhamma, dá atenção, ocupa toda a sua mente com isso, ouve com os ouvidos atentos. Portanto, bhikkhu, ouça e preste muita atenção àquilo que eu vou dizer.”

“Sim, venerável senhor,” o venerável Lomasakangiya respondeu. O Abençoado disse o seguinte

7-14. “Que ninguém reviva o passado...
(Repetir todo o MN 131.3-10 até:)
que teve uma única noite excelente.”

Isso foi o que disse o Abençoado. O venerável Lomasakangiya ficou satisfeito e contente com as palavras do Abençoado

 


 

Notas:

[1] De acordo com o comentário do Therigata, o Ven. Lomasakangiya havia sido um bhikkhu na época do Buda Kassapa. Depois que o Buda Kassapa havia discursado o Bhaddekaratta Sutta, um certo bhikkhu o relatou para Lomasakangiya. Incapaz de compreendê-lo, ele exclamou: “No futuro, que eu possa ensinar este sutta para você!” O outro respondeu: “Que eu possa perguntar para você a respeito dele!” Na presente situação Lomasakangiya havia nascido numa família Sakya em Kapilavatthu, enquanto que o outro bhikkhu havia se tornado a divindade Candana. [Retorna]

[2] MA explica que isto aconteceu no sétimo ano após a iluminação do Buda, nessa época ele passou os três meses do retiro das chuvas no paraíso do Trinta e Três ensinando o Abhidhamma para os devas que estavam reunidos vindos de mil sistemas cósmicos. [Retorna]

 

 

Revisado: 17 Julho 2004

Copyright © 2000 - 2017, Acesso ao Insight - Michael Beisert: editor, Flávio Maia: designer.