Itivuttaka 96

Kamayoga Sutta

Grilhão do Prazer Sensual

Somente para distribuição gratuita.
Este trabalho pode ser impresso para distribuição gratuita.
Este trabalho pode ser re-formatado e distribuído para uso em computadores e redes de computadores
contanto que nenhum custo seja cobrado pela distribuição ou uso.
De outra forma todos os direitos estão reservados.

 


Isto foi dito pelo Abençoado, dito pelo Arahant, assim ouvi: "Bhikkhus, alguém atado pelo grilhão do desejo sensual e pelo grilhão do apego ao ser/existir é aquele que retorna, que retorna a este estado. Alguém livre do grilhão do desejo sensual mas ainda atado pelo grilhão do apego ao ser/existir é aquele que não retorna, que não retorna a este estado. Alguém livre do grilhão do desejo sensual e livre do grilhão do apego ao ser/existir é um arahant, cujas impurezas foram destruídas."

Presos por ambos grilhões -
o grilhão do prazer sensual e o grilhão de ser/existir -
os seres vivos continuam no samsara,
seguindo para o nascimento e morte.

Aqueles que abandonam o desejo sensual,
mas ainda não lograram a destruição das impurezas,
aprisionados pelo grilhão de ser/existir,
são declarados aqueles que não retornam.

Mas aqueles que eliminaram as dúvidas,
destruíram a presunção e a renovação do ser/existir.
Que destruíram por completo as impurezas,
embora presentes no mundo, foram mais além.

 


>> Próximo Sutta

 

 

Revisado: 5 Julho 2014

Copyright © 2000 - 2017, Acesso ao Insight - Michael Beisert: editor, Flávio Maia: designer.