Itivuttaka 83

Pañcapubbanimitta Sutta

Cinco Sinais de Presságio

Somente para distribuição gratuita.
Este trabalho pode ser impresso para distribuição gratuita.
Este trabalho pode ser re-formatado e distribuído para uso em computadores e redes de computadores
contanto que nenhum custo seja cobrado pela distribuição ou uso.
De outra forma todos os direitos estão reservados.

 


Isto foi dito pelo Abençoado, dito pelo Arahant, assim ouvi: "Bhikkhus, quando um deva irá falecer do grupo dos devas, surgem cinco sinais de presságio: a sua grinalda de flores murcha, as suas vestes ficam sujas, suor sai das axilas, o brilho do corpo desvanece, e o deva não se delicia no paraíso. Os devas, vendo os sinais de presságio que aquele deva irá falecer, encorajam-no com três coisas, com as palavras: 'Vá daqui, amigo, para um bom destino. Tendo ido para um bom destino obtenha aquilo que é bom de ser obtido. Tendo obtido aquilo que é bom de ser obtido, estabeleça-se firmemente nisso.'"

Quando isso foi dito, um certo bhikkhu perguntou ao Abençoado: "Venerável senhor, o que é considerado pelos devas como um bom destino? O que é considerado pelos devas como um ganho bom de ser obtido? O que é considerado pelos devas como estabelecer-se firmemente?"

"É a existência humana, bhikkhu, que é considerada pelos devas como um bom destino. Quando um ser humano obtém fé no Dhamma e Disciplina ensinados pelo Tathagata, isso é considerado pelos devas como um ganho bom de ser obtido. Quando a fé está estável, firme, estabelecida e forte, e não será destruída [1] por algum contemplativo ou brâmane, ou deva, ou Mara, ou Brahma, ou por qualquer outro no mundo, isso é considerado pelos devas como estabelecido firmemente."

Quando um deva cujo tempo de vida se extinguiu
está para falecer da companhia dos devas,
os devas o encorajam
de três modos com estas palavras:

"Vá, amigo, para um bom destino,
para a companhia dos humanos.
Tornando-se um humano desenvolva a fé
insuperável no verdadeiro Dhamma.

Essa fé estável,
firme e forte,
durante a vida será inabalável
no verdadeiro Dhamma bem proclamado.

Tendo abandonado a conduta imprópria com o corpo,
a conduta imprópria com a linguagem,
a conduta imprópria com a mente,
que são consideradas uma imperfeição.

Tendo feito muito daquilo que é bom
ambos através do corpo e linguagem,
e através da mente feito o bem
que é ilimitado e livre do apego.

Tendo esse mérito como base,
feito abundante através da generosidade,
você deveria estabelecer outras pessoas
no verdadeiro Dhamma e na vida santa."

Quando os devas sabem
que um deva irá falecer do seu grupo,
por compaixão eles o encorajam:
"Deva, volte mais vezes para cá."

 


Notas:

[1] Pela realização dos caminhos supramundanos. [Retorna]

>> Próximo Sutta

 

 

Revisado: 5 Julho 2014

Copyright © 2000 - 2017, Acesso ao Insight - Michael Beisert: editor, Flávio Maia: designer.