Itivuttaka 44

Nibbanadhatu Sutta

Os Elementos de Nibbana

Somente para distribuição gratuita.
Este trabalho pode ser impresso para distribuição gratuita.
Este trabalho pode ser re-formatado e distribuído para uso em computadores e redes de computadores
contanto que nenhum custo seja cobrado pela distribuição ou uso.
De outra forma todos os direitos estão reservados.

 


Isto foi dito pelo Abençoado, dito pelo Arahant, assim ouvi: “Bhikkhus, há esses dois elementos de Nibbana. Quais dois? O elemento de Nibbana com combustível restante e o elemento de nibbana sem combustível restante.

E qual é o elemento de Nibbana com combustível restante? É o caso em que um bhikkhu é um Arahant, que destruiu as impurezas, viveu a vida santa, fez o que devia ser feito, depôs o fardo, alcançou o verdadeiro objetivo, destruiu os grilhões da existência e está completamente libertado através do conhecimento supremo. As suas cinco faculdades dos sentidos ainda permanecem e devido ao fato de estarem intactas, ele experimenta o prazeroso e o des-prazeroso e sente prazer e dor. O fim que ele deu à cobiça, raiva e delusão é chamado o elemento de nibbana com combustível restante.

E qual é o elemento de Nibbana sem combustível restante? É o caso em que um bhikkhu é um Arahant, que destruiu as impurezas, viveu a vida santa, fez o que devia ser feito, depôs o fardo, alcançou o verdadeiro objetivo, destruiu os grilhões da existência e está completamente libertado através do conhecimento supremo. Para ele, tudo que é sentido, não causando deleite, irá esfriar aqui mesmo. Esse é chamado o elemento de nibbana sem combustível restante. [1]

Esses dois elementos de nibbana
proclamados por aquele com visão,
um independente,
e outro que é tal qual:[2]
Um é o elemento experimentado aqui nesta vida,
com combustível restante,
mas com o desejo destruído,
aquilo que conduz a um novo ser/existir,
o outro é aquele sem combustível,
no qual depois desta vida,
todo ser/existir
cessa por completo.

Tendo experimentado o estado incondicionado,
Com a mente libertada e o cordão do ser/existir destruído,
eles realizaram a essência do Dhamma.
Deliciando-se com o fim (do desejo),
aqueles que são tal qual, abandonaram todo ser/existir.

 


 

Notas:

[1] Com combustível (sa-upadisesa) e sem combustível restante (anupadisesa): A analogia é com relação ao fogo. No primeiro caso as chamas foram extintas mas as brasas ainda ardem. No segundo, o fogo foi extinto de tal forma que as brasas esfriaram. O “combustível” neste caso são os cinco agregados. Enquanto o Arahant estiver vivo, ele ainda experimentará os cinco agregados, mas eles não arderão mais com o fogo da cobiça, raiva e delusão. Quando o Arahant falecer, não haverá mais nenhuma experiência dos agregados aqui ou em nenhum outro lugar. [Retorna]

[2] Tal qual (tadi): Um adjetivo que descreve aquele que realizou o objetivo. Indica que o estado da pessoa é indefinível e não está sujeito à mudança ou influência de nenhum tipo. [Retorna]

>> Próximo Sutta

 

 

Revisado: 2 Setembro 2006

Copyright © 2000 - 2017, Acesso ao Insight - Michael Beisert: editor, Flávio Maia: designer.