Itivuttaka 38

Vitakka Sutta

Pensamentos

Somente para distribuição gratuita.
Este trabalho pode ser impresso para distribuição gratuita.
Este trabalho pode ser re-formatado e distribuído para uso em computadores e redes de computadores
contanto que nenhum custo seja cobrado pela distribuição ou uso.
De outra forma todos os direitos estão reservados.

 


Isto foi dito pelo Abençoado, dito pelo Arahant, assim ouvi: "Bhikkhus, o Tathagata, um arahant perfeitamente iluminado, com freqüência tem dois pensamentos: o pensamento de segurança (para os seres) e o pensamento de isolamento.

"O Tathagata, bhikkhus, aprecia a não má vontade, se delicia com a não má vontade. Apreciando a não má vontade, se deliciando com a não má vontade, este pensamento ocorre com freqüência: 'Através deste comportamento não causo dano a ninguém de modo algum, quer seja fraco ou forte.'

"O Tathagata, aprecia o isolamento, se delicia com o isolamento. Apreciando o isolamento, se deliciando com o isolamento, este pensamento ocorre com freqüência: 'Tudo que é prejudicial foi abandonado.'

"Portanto, bhikkhus, eu digo que vocês devem permanecer apreciando a não má vontade, se deliciando com a não má vontade. Permanecendo assim este pensamento irá ocorrer com freqüência: 'Através deste comportamento não causo dano a ninguém de modo algum, quer seja fraco ou forte.'

"Bhikkhus, vocês também devem permanecer apreciando o isolamento, se deliciando com o isolamento. Permanecendo assim este pensamento irá ocorrer com freqüência: 'O que é prejudicial? O que não foi abandonado? O que foi abandonado?'"

O Tathagata, o iluminado,
que suportou o que é difícil de suportar,
tem dois pensamentos:
segurança foi o primeiro pensamento mencionado;
isolamento o segundo.

Aquele que dissipou a escuridão, que foi além,
o grande sábio
que se tornou um mestre, livre das impurezas,
que cruzou completamente,
liberto com a destruição do desejo -
esse sábio suporta o seu último corpo,
superou o envelhecimento,
tendo deixado Mara para trás.

Como alguém no pico de uma montanha
vê todas as pessoas abaixo,
assim tendo ascendido ao palácio do Dhamma,
aquele que tudo vê,
vê as pessoas no mundo,
ainda imersas na dor,
subjugadas pelo nascimento e envelhecimento.

 


>> Próximo Sutta

 

 

Revisado: 5 Julho 2014

Copyright © 2000 - 2017, Acesso ao Insight - Michael Beisert: editor, Flávio Maia: designer.