Itivuttaka 22

Metta Sutta

Amor Bondade

Somente para distribuição gratuita.
Este trabalho pode ser impresso para distribuição gratuita.
Este trabalho pode ser re-formatado e distribuído para uso em computadores e redes de computadores
contanto que nenhum custo seja cobrado pela distribuição ou uso.
De outra forma todos os direitos estão reservados.

 


Isto foi dito pelo Abençoado, dito pelo Arahant, assim ouvi: “Bhikkhus, não temam ações meritórias. Essa é uma outra forma de descrever aquilo que é ditoso, desejável, prazeroso, afetuoso, encantador – isto é, ações meritórias. Tenho conhecimento disso através da minha própria experiência, pois tendo durante muito tempo realizado ações meritórias, durante muito tempo experimentei resultados ditosos, desejáveis, prazerosos, afetuosos, encantadores. Tendo desenvolvido uma mente com amor bondade durante sete anos, então durante sete éons de contração e expansão eu não retornei a este mundo. Sempre que um éon contraía, eu ia para o mundo de Abhassara Brahma. Sempre que o éon expandia eu reaparecia no palácio de Brahma vazio. E lá eu era Brahma, o Grande Brahma, o Conquistador, o Não-conquistado, Onisciente, Todo Poderoso. [1] Depois por trinta e seis vezes eu fui Sakka, o senhor dos devas. Por muitas centenas de vezes eu fui um rei, um monarca que gira a roda, um monarca justo que governou de acordo com o Dhamma; conquistador dos quatro pontos cardeais, que estabeleceu a segurança no seu reino e que possuía os sete tesouros. [2] Sem falar nas vezes em que fui um rei local. O pensamento me ocorreu: ‘De qual ação minha será este o fruto, de qual ação será este o resultado, que eu agora tenha tamanho poder e força?’ Então o pensamento me ocorreu: ‘Isto é o fruto dos meus três tipos de ações, o resultado de três tipos de ações, que eu agora tenha tamanho poder e força: isto é, generosidade, autocontrole e contenção.’”

Treinem nas ações meritórias
que trazem a felicidade duradoura -
desenvolvam a generosidade,
uma vida em sintonia,
uma mente com amor bondade.

Desenvolvendo essas
três coisas
que trazem a felicidade,
o sábio renasce
num mundo de bem-aventurança
sem impurezas.

 


Notas:

[1] Veja o DN 1.2.2 – 2.5. [Retorna]

[2] Veja o DN 26.2. [Retorna]

>> Próximo Sutta

 

 

Revisado: 2 Setembro 2006

Copyright © 2000 - 2017, Acesso ao Insight - Michael Beisert: editor, Flávio Maia: designer.