Itivuttaka 109

Nadisota Sutta

A Correnteza do Rio

Somente para distribuição gratuita.
Este trabalho pode ser impresso para distribuição gratuita.
Este trabalho pode ser re-formatado e distribuído para uso em computadores e redes de computadores
contanto que nenhum custo seja cobrado pela distribuição ou uso.
De outra forma todos os direitos estão reservados.

 


Isto foi dito pelo Abençoado, dito pelo Arahant, assim ouvi: "Suponham, bhikkhus, alguém que estivesse sendo levado pela correnteza de um rio que parecia ser agradável e prazenteira. Mas ao vê-lo, um homem com boa visão em pé na margem do rio o chamaria: 'Olá bom homem! Embora você esteja sendo levado pela correnteza desse rio que parece ser agradável e prazenteira, rio abaixo há uma lagoa com ondas fortes e redemoinhos, com monstros e demônios. Chegando nessa lagoa você irá morrer ou terá um sofrimento igual à morte.' Então, bhikkhus, ao ouvir as palavras daquele homem ele lutaria contra a correnteza com as mãos e os pés.

“Eu citei este símile, bhikkhus, para transmitir uma idéia. A idéia é a seguinte: 'a correnteza do rio' representa o desejo. 'Parece ser agradável e prazenteira' representa as seis bases dos sentidos internas. 'A lagoa rio abaixo' representa os cinco grilhões inferiores. As 'ondas fortes' representam a raiva e a frustração. Os 'redemoinhos' representam os cinco elementos do prazer sensual. Os 'monstros e demônios' representam as mulheres. 'Contra a correnteza' representa a renúncia. 'Lutar com as mãos e os pés' representa o estímulo da energia. O 'homem com boa visão em pé na margem do rio' representa o Tathagata, o arahant, plenamente iluminado."

Desejando a futura segurança contra o cativeiro
ele deve abandonar o desejo sensual
não importa quão doloroso seja.
Compreendendo corretamente através da sabedoria,
possuindo uma mente bem emancipada,
ele poderá alcançar a libertação passo a passo.
Quem é um mestre no conhecimento,
que viveu a vida santa,
é chamado aquele que chegou ao fim do mundo,
aquele que alcançou a outra margem.

 


>> Próximo Sutta

 

 

Revisado: 5 Julho 2014

Copyright © 2000 - 2017, Acesso ao Insight - Michael Beisert: editor, Flávio Maia: designer.