Anguttara Nikaya VIII.2

Pañña Sutta

Sabedoria

Somente para distribuição gratuita.
Este trabalho pode ser impresso para distribuição gratuita.
Este trabalho pode ser re-formatado e distribuído para uso em computadores e redes de computadores
contanto que nenhum custo seja cobrado pela distribuição ou uso.
De outra forma todos os direitos estão reservados.

 


"Bhikkhus, essas oito causas, essas oito condições conduzem à obtenção da sabedoria que ainda não foi obtida e que são básicas para a vida santa e, para o incremento, plenitude, desenvolvimento, culminação daquilo que já foi obtido. Quais oito?

"É o caso em que um bhikkhu permanece próximo ao mestre ou a um companheiro bhikkhu na posição de um mestre em relação a quem ele estabeleceu um forte senso de vergonha, temor de censura, amor e respeito. Isto, bhikkhus, é a primeira causa, a primeira condição que conduz à obtenção da sabedoria que ainda não foi obtida e que é básica para a vida santa e, para o incremento, plenitude, desenvolvimento, culminação daquilo que já foi obtido.

"Permanecendo próximo ao mestre ou a um companheiro bhikkhu na posição de um mestre em relação a quem ele estabeleceu um forte senso de vergonha, temor de censura, amor, e respeito, ele se aproxima dele nos momentos adequados para perguntar e questionar: 'O que, venerável senhor, é o significado desse enunciado?' Ele [o Mestre ou o companheiro admirável na vida santa] revela o que está oculto, esclarece o que está nebuloso, e dissipa a perplexidade em todos os tipos de coisas confusas. Essa é a segunda causa, a segunda condição ...

"Tendo ouvido o Dhamma, ele [o treinando] alcança um duplo isolamento: isolamento do corpo e isolamento da mente. Essa é a terceira causa, a terceira condição...

"Ele é virtuoso. Ele permanece contido de acordo com as regras do Patimokkha, perfeito na conduta e na sua esfera de atividades. Temendo a menor falha, ele treina adotando os preceitos de virtude. Essa é a quarta causa, a quarta condição...

"Ele ouviu muito, reteve o que ouviu, memorizou o que ouviu. Todo ensinamento que é admirável no início, admirável no meio, admirável no final, com o correto significado e fraseado e que revela uma vida santa que é completamente perfeita e imaculada: esses ensinamentos ele ouviu com freqüência, memorizou, se recorda, discutiu, investigou com a sua mente e penetrou corretamente com o entendimento. Essa é a quinta causa, a quinta condição...

"Ele permanece com a sua energia estimulada para o abandono de qualidades mentais prejudiciais e para a obtenção de qualidades mentais benéficas; ele é decidido, firme no seu esforço, sem se esquivar das suas responsabilidades com relação ao cultivo de qualidades mentais benéficas. Essa é a sexta causa, a sexta condição...

"No convívio com a Sangha ele não fala sem parar sobre uma variedade de assuntos. Ou ele mesmo fala sobre o Dhamma ou ele convida que outros o façam, e ele não sente nenhum desprezo pelo nobre silencio [o segundo jhana]. Essa é a sétima causa, a sétima condição...

"Ele compreende a origem e cessação dos cinco agregados: 'Isto é forma, esta é a sua origem, esta é a sua cessação. Isto são sensações ... Isto são percepções ... Isto são formações ... Isto é consciência, esta é a sua origem, esta é a sua cessação.' Esta, bhikkhus, é a oitava causa a oitava condição que conduz à aquisição da sabedoria que ainda não foi adquirida e que é básica para a vida santa e, para o incremento, plenitude, desenvolvimento, culminação daquilo que já foi adquirido.

"Quando esse é o caso, seus companheiros na vida santa o estimam: 'Este venerável permanece próximo ao mestre ou a um companheiro bhikkhu na posição de um mestre em relação a quem ele estabeleceu um forte senso de vergonha, temor de censura, amor, e respeito. Certamente, sabendo, ele sabe; vendo, ele vê.' Este é um fator que conduz ao afeto, ao respeito, ao desenvolvimento, à harmonia, à unificação [da mente].

"[Eles dizem:] 'Permanecendo permanece próximo ao mestre ou a um companheiro bhikkhu na posição de um mestre em relação a quem ele estabeleceu um forte senso de vergonha, temor de censura, amor, e respeito, ele se aproxima dele nos momentos adequados para perguntar e questionar: ' O que, venerável senhor, é o significado desse enunciado?' Ele [ o Mestre ou o companheiro admirável na vida santa] revela o que está oculto, esclarece o que está nebuloso, e dissipa a perplexidade em todos os tipos de coisas confusas. Certamente, sabendo, ele sabe; vendo, ele vê.' Este também é um fator que conduz ao afeto, ao respeito, ao desenvolvimento, à harmonia, à unificação [da mente].

"[Eles dizem:] ' Tendo ouvido o Dhamma, ele [o treinando] alcança um duplo isolamento: isolamento do corpo e isolamento da mente. Certamente, sabendo, ele sabe; vendo, ele vê.' Este também é um fator que conduz ao afeto, ao respeito, ao desenvolvimento, à harmonia, à unificação [da mente].

"[Eles dizem:] 'Ele é virtuoso. Ele permanece contido de acordo com o Patimokkha, perfeito na conduta e na sua esfera de atividades. Temendo a menor falha, ele treina adotando os preceitos de virtude. Certamente, sabendo, ele sabe; vendo, ele vê. Este também é um fator que conduz ao afeto, ao respeito, ao desenvolvimento, à harmonia, à unificação [da mente].

"[Eles dizem:] 'Ele ouviu muito, reteve o que ouviu, memorizou o que ouviu. Todo ensinamento que é admirável no início, admirável no meio, admirável no final, com o correto significado e fraseado e que proclama uma vida santa que é completamente perfeita e imaculada: esses ensinamentos ele ouviu com freqüência, memorizou, se recorda, discutiu, investigou com a sua mente e penetrou corretamente com o entendimento. Certamente, sabendo, ele sabe; vendo, ele vê. Este também é um fator que conduz ao afeto, ao respeito, ao desenvolvimento, à harmonia, à unificação [da mente].

"[Eles dizem:] 'Ele permanece com a sua energia estimulada para o abandono de qualidades mentais prejudiciais e para a obtenção de qualidades mentais benéficas; ele é decidido, firme no seu esforço, sem se esquivar das suas responsabilidades com relação ao cultivo de qualidades mentais benéficas. Certamente, sabendo, ele sabe; vendo, ele vê. Este também é um fator que conduz ao afeto, ao respeito, ao desenvolvimento, à harmonia, à unificação [da mente].

"[Eles dizem:] 'No convívio com a Sangha ele não fala sem parar sobre uma variedade de assuntos. Ou ele mesmo fala sobre o Dhamma ou ele convida que outros o façam, e ele não sente nenhum desprezo pelo nobre silencio [o segundo jhana]. Certamente, sabendo, ele sabe; vendo, ele vê. Este também é um fator que conduz ao afeto, ao respeito, ao desenvolvimento, à harmonia, à unificação [da mente].

"[Eles dizem:] 'Ele compreende a origem e cessação dos cinco agregados: ' Isto é forma, esta é a sua origem, esta é a sua cessação. Isto são sensações ... Isto são percepções ... Isto são formações ... Isto é consciência, esta é a sua origem, esta é a sua cessação. Certamente, sabendo, ele sabe; vendo, ele vê. Este também é um fator que conduz ao afeto, ao respeito, ao desenvolvimento, à harmonia, à unificação [da mente].

"Essas, bhikkhus, são as oito causas, as oito condições que conduzem à obtenção da sabedoria que ainda não foi obtida e que são básicas para a vida santa e, para o incremento, plenitude, desenvolvimento, culminação daquilo que já foi obtido."

 


 

>> Próximo Sutta

 

 

Revisado: 1 Junho 2015

Copyright © 2000 - 2017, Acesso ao Insight - Michael Beisert: editor, Flávio Maia: designer.