Anguttara Nikaya VII.17

Dukkhanupassi Sutta

Contemplação do Sofrimento

Somente para distribuição gratuita.
Este trabalho pode ser impresso para distribuição gratuita.
Este trabalho pode ser re-formatado e distribuído para uso em computadores e redes de computadores
contanto que nenhum custo seja cobrado pela distribuição ou uso.
De outra forma todos os direitos estão reservados.

 


"Bhikkhus, há esses sete tipos de pessoas merecedoras de dádivas, merecedoras de hospitalidade, merecedoras de oferendas, merecedoras de saudações com reverência, um campo inigualável de mérito para o mundo. Quais sete?

(1) "Aqui, bhikkhus, uma certa pessoa permanece contemplando o sofrimento em todos os fenômenos condicionados, percebendo o sofrimento, sentindo (experimentando) o sofrimento [1] constantemente, continuamente focando nisso com a mente sem interrupção, penetrando com a sabedoria. Realizando por si mesmo através do conhecimento direto, aqui e agora, ela entra e permanece na libertação da mente e libertação através da sabedoria que são imaculadas com a destruição de todas as impurezas. Esse é o primeiro tipo de pessoa merecedora de dádivas, merecedora de hospitalidade, merecedora de oferendas, merecedora de saudações com reverência, um campo inigualável de mérito para o mundo.

(2) "Outra vez, uma certa pessoa permanece contemplando o sofrimento em todos os fenômenos condicionados, percebendo o sofrimento, sentindo (experimentando) o sofrimento constantemente, continuamente focando nisso com a mente sem interrupção, penetrando com a sabedoria. Para ela a destruição das impurezas e o fim da vida ocorrem simultaneamente. Esse é o segundo tipo de pessoa merecedora de dádivas, merecedora de hospitalidade, merecedora de oferendas, merecedora de saudações com reverência, um campo inigualável de mérito para o mundo.

(3) "Outra vez, uma certa pessoa permanece contemplando o sofrimento em todos os fenômenos condicionados, percebendo o sofrimento, sentindo (experimentando) o sofrimento constantemente, continuamente focando nisso com a mente sem interrupção, penetrando com a sabedoria. Com a completa destruição dos cinco primeiros grilhões ela realiza nibbana no intervalo. [2] Esse é o terceiro tipo de pessoa merecedora de dádivas, merecedora de hospitalidade, merecedora de oferendas, merecedora de saudações com reverência, um campo inigualável de mérito para o mundo.

(4) " ... Com a completa destruição dos cinco primeiros grilhões ela realiza nibbana ao pousar. [3] Esse é o quarto tipo de pessoa ...

(5) " ... Com a completa destruição dos cinco primeiros grilhões ela realiza nibbana sem esforço. [4] Esse é o quinto tipo de pessoa ...

(6) " ... Com a completa destruição dos cinco primeiros grilhões ela realiza nibbana com esforço. [5] Esse é o sexto tipo de pessoa ...

(7) "Outra vez, uma certa pessoa permanece contemplando o sofrimento em todos os fenômenos condicionados, percebendo o sofrimento, sentindo (experimentando) o sofrimento constantemente, continuamente focando nisso com a mente sem interrupção, penetrando com a sabedoria. Com a completa destruição dos cinco primeiros grilhões ela estará destinada a um plano superior, o plano Akanittha. [6] Esse é o sétimo tipo de pessoa merecedora de dádivas, merecedora de hospitalidade, merecedora de oferendas, merecedora de saudações com reverência, um campo inigualável de mérito para o mundo.

"Esses, bhikkhus, são os sete tipos de pessoas merecedoras de dádivas, merecedoras de hospitalidade, merecedoras de oferendas, merecedoras de saudações com reverência, um campo inigualável de mérito para o mundo."

 


Notas:

[1] Contemplando o sofrimento em todos os fenômenos condicionados, percebendo o sofrimento, sentindo (experimentando) o sofrimento: sabbasankharesu dukkhanupassi viharati, dukkhasaññi, dukkhapatisamvedi. [Retorna]

[2] Veja o SN XLVI.3 - nota 2. [Retorna]

[3] Veja o SN XLVI.3 - nota 2. [Retorna]

[4] Veja o SN XLVI.3 - nota 2. [Retorna]

[5] Veja o SN XLVI.3 - nota 2. [Retorna]

[6] Veja o SN XLVI.3 - nota 2. [Retorna]

>> Próximo Sutta

 

 

Revisado: 29 Junho 2013

Copyright © 2000 - 2017, Acesso ao Insight - Michael Beisert: editor, Flávio Maia: designer.