Anguttara Nikaya V.57

Upajjhatthana Sutta

Temas para Reflexão

Somente para distribuição gratuita.
Este trabalho pode ser impresso para distribuição gratuita.
Este trabalho pode ser re-formatado e distribuído para uso em computadores e redes de computadores
contanto que nenhum custo seja cobrado pela distribuição ou uso.
De outra forma todos os direitos estão reservados.

 


"Há esses cinco fatos que devem ser refletidos [1] por todos com freqüência, quer seja mulher ou homem, leigo ou ordenado. Quais cinco?

"'Eu estou sujeito ao envelhecimento, não superei o envelhecimento.’ Esse é o primeiro fato que deve ser refletido por todos com freqüência, quer seja mulher ou homem, leigo ou ordenado.

"'Eu estou sujeito à enfermidade, não superei a enfermidade'. Esse é o segundo fato ...

"'Eu estou sujeito à morte, não superei a morte'. Esse é o terceiro fato ...

"'Eu me tornarei diferente, separado de tudo o que é querido e amado'. Esse é o quarto fato ...

"'Eu sou o dono das minhas ações (kamma), herdeiro das minhas ações, nascido das minhas ações, relacionado através das minhas ações e tenho as minhas ações como árbitro. O que quer que eu faça, para o bem ou para o mal, disso me tornarei o herdeiro'. Esse é o quinto fato ...

"Esses são os cinco fatos que devem ser refletidos por todos com freqüência, quer seja mulher ou homem, leigo ou ordenado.

"Agora, baseado em que linha de raciocínio alguém deve refletir com freqüência que 'Eu estou sujeito ao envelhecimento, não superei o envelhecimento'? Há seres que estão embriagados com a [típica] embriaguez dos jovens com a juventude. Por causa dessa embriaguez com a juventude, eles se conduzem de uma forma prejudicial com o corpo ... com a linguagem ... com a mente. Porém, ao refletir sobre isso com frequência, essa embriaguez dos jovens com a juventude ou é totalmente abandonada ou é enfraquecida.

"Agora, baseado em que linha de raciocínio alguém deve refletir com freqüência que 'Eu estou sujeito à enfermidade, não superei a enfermidade'? Há seres que estão embriagados com a [típica] embriaguez das pessoas saudáveis com a saúde. Por causa dessa embriaguez com a saúde, eles se conduzem de uma forma prejudicial com o corpo ... com a linguagem ... com a mente. Porém, ao refletir sobre isso com frequência, essa embriaguez das pessoas saudáveis com a saúde ou é totalmente abandonada ou é enfraquecida.

"Agora, baseado em que linha de raciocínio alguém deve refletir com freqüência que 'Eu estou sujeito a morte, não superei a morte'? Há seres que estão embriagados com a [típica] embriaguez das pessoas com a vida. Por causa dessa embriaguez com a vida, eles se conduzem de uma forma prejudicial com o corpo ... com a linguagem ... com a mente. Porém, ao refletir sobre isso com frequência, essa embriaguez das pessoas com a vida ou é totalmente abandonada ou é enfraquecida.

"Agora, baseado em que linha de raciocínio alguém deve refletir com freqüência que 'Eu me tornarei diferente, separado de tudo o que é querido e amado'? Há seres que sentem cobiça e desejo pelas coisas que consideram queridas e amadas. Por causa dessa cobiça e desejo, eles se conduzem de uma forma prejudicial com o corpo ... com a linguagem ... com a mente. Porém, ao refletir sobre isso com frequência, esse desejo e cobiça pelas coisas que são queridas e amadas ou é totalmente abandonado ou é enfraquecido.

"Agora, baseado em que linha de raciocínio alguém deve refletir com freqüência que 'Eu sou o dono das minhas ações (kamma), herdeiro das minhas ações, nascido das minhas ações, relacionado através das minhas ações e tenho as minhas ações como árbitro. O que quer que eu faça, para o bem ou para o mal, disso me tornarei herdeiro'? Há seres que se conduzem de uma forma prejudicial com o corpo ... com a linguagem ... com a mente. Porém, ao refletir sobre isso com freqüência, essa conduta prejudicial com o corpo, linguagem, e mente ou é totalmente abandonada ou é enfraquecida.

"Agora, um nobre discípulo considera o seguinte: ‘Eu não sou o único sujeito ao envelhecimento, que não superou o envelhecimento, mas sempre que há seres, indo e vindo, falecendo e renascendo, todos esses seres estão sujeitos ao envelhecimento, não superaram o envelhecimento.' Ao refletir isso com frequência, os [fatores do] caminho surgem. Ele permanece fiel ao caminho, desenvolvendo-o e cultivando-o. Ao permanecer fiel ao caminho, desenvolvendo-o e cultivando-o, os grilhões são abandonados, as tendências subjacentes são destruídas.

"Além disso, um nobre discípulo considera o seguinte: ‘Eu não sou o único sujeito à enfermidade, que não superou a enfermidade’ ... ”Eu não sou o único sujeito à morte, que não superou a morte’ ... ’Eu não sou o único que me tornarei diferente, separado de tudo que é querido e amado’ ...

"Um nobre discípulo considera o seguinte: 'Eu não sou o único dono das minhas ações (kamma), herdeiro das minhas ações, nascido das minhas ações, relacionado através das minhas ações, tendo as minhas ações como árbitro; que - o que quer que eu faça, para o bem ou para o mal, disso me tornarei herdeiro,' mas sempre que houver seres, indo e vindo, falecendo e renascendo, todos esses seres serão os donos das suas ações, herdeiros das suas ações, nascidos das suas ações, relacionados através das suas ações e tendo as suas ações como árbitro. O quer que façam, para o bem ou para o mal, disso eles se tornarão herdeiros.’ Ao refletir isso com freqüência, os [fatores do] caminho surgem. Ele permanece fiel ao caminho, desenvolvendo-o, cultivando-o. Ao permanecer fiel ao caminho, desenvolvendo-o e cultivando-o, os grilhões são abandonados, as tendências subjacentes são destruídas.”

Sujeito ao nascimento, sujeito ao envelhecimento,
sujeito à morte,
pessoas comuns
sentem repulsa por aqueles que sofrem
com aquilo a que elas mesmas estão sujeitas.
E se eu sentisse repulsa
por seres sujeitos a essas coisas,
não seria digno,
vivendo como eles vivem.

Enquanto mantinha essa atitude -
conhecendo o Dhamma
sem aquisições -
Eu superei toda embriaguez
com a saúde, juventude, e vida,
como aquele que vê
a renúncia como segurança.

Em mim, a energia foi estimulada,
A Libertação foi vista claramente.
De nenhum modo
eu desfrutaria de prazeres dos sentidos.
Tendo seguido a vida santa,
não retornarei.

 


 

Notas:

[1] Refletir é paccavekkhati em pali. [Retorna]

>> Próximo Sutta

 

 

Revisado: 9 Fevereiro 2013

Copyright © 2000 - 2017, Acesso ao Insight - Michael Beisert: editor, Flávio Maia: designer.