Anguttara Nikaya IX.4

Nandaka Sutta

Nandaka

Somente para distribuição gratuita.
Este trabalho pode ser impresso para distribuição gratuita.
Este trabalho pode ser re-formatado e distribuído para uso em computadores e redes de computadores
contanto que nenhum custo seja cobrado pela distribuição ou uso.
De outra forma todos os direitos estão reservados.

 


Certa ocasião o Abençoado estava em Savathi no Bosque de Jeta, no Parque de Anathapindika. Agora naquela ocasião o venerável Nandaka estava instruindo, motivando, estimulando e encorajando os bhikkhus com um discurso do Dhamma no salão de assembléias. Então ao anoitecer, o Abençoado saiu do seu isolamento e foi até o salão de assembléias. O Abençoado ficou do lado de fora da porta esperando que a palestra terminasse. Ao perceber que havia terminado, ele limpou a garganta e bateu na porta e os bhikkhus lhe abriram a porta. O Abençoado entrou e sentou num assento que havia sido preparado e disse para o venerável Nandaka: "Você deu um longo discurso do Dhamma para os bhikkhus. Minhas costas doíam enquanto estava em pé do lado de fora da porta esperando que a palestra terminasse."

Quando isso foi dito, o venerável Nandaka, sentindo-se envergonhado, disse para o Abençoado: "Venerável senhor, eu não sabia que o Abençoado estava em pé do outro lado da porta. Se soubesse, não falaria por tanto tempo."

Então o Abençoado tendo percebido o desconforto do venerável Nandaka disse: "Muito bem, Nandaka! É apropriado que membros de um clã como você, que pela fé deixaram a vida em família pela vida santa, se reúnam para discutir o Dhamma. Quando vocês se reunirem, Nandaka, vocês devem fazer uma de duas coisas: discutir o Dhamma ou observar o nobre silêncio.

(1) "Nandaka, um bhikkhu pode estar dotado de convicção mas ele não é virtuoso; assim ele está incompleto com relação a esse fator. Ele deve completar esse fator, [pensando]: 'Como posso estar dotado de convicção e também ser virtuoso?' Mas quando um bhikkhu está dotado de convicção e também é virtuoso, então ele está completo em relação a esse fator.

(2) "Um bhikkhu pode estar dotado de convicção e ser virtuoso mas ele não obtém a concentração da mente; assim ele está incompleto com relação a esse fator. Ele deve completar esse fator, [pensando]: 'Como posso estar dotado de convicção e ser virtuoso, e também obter a concentração da mente?' Mas quando um bhikkhu está dotado de convicção e é virtuoso, e também obtém a concentração da mente, então ele está completo em relação a esse fator.

(3) "Um bhikkhu pode estar dotado de convicção e ser virtuoso, e ele pode obter a concentração da mente mas ele não obtém a sabedoria superior e o insight dos fenômenos; assim ele está incompleto com relação a esse fator. Tal como um animal de quatro patas com uma pata defeituosa ou aleijada estaria incompleto em relação a esse membro; do mesmo modo, quando um bhikkhu está dotado de convicção e é virtuoso, e ele pode obter a concentração da mente, mas ele não obtém a sabedoria superior e o insight dos fenômenos, então ele está incompleto com relação a esse fator. Ele deve completar esse fator, [pensando]: 'Como posso estar dotado de convicção e ser virtuoso, obter a concentração da mente, e também obter a sabedoria superior e o insight dos fenômenos?'

(4) "Mas quando um bhikkhu está (i) dotado de convicção e (ii) é virtuoso, e (iii) ele pode obter a concentração da mente, e também (iv) ele pode obter a sabedoria superior e o insight dos fenômenos, então ele está completo em relação a esse fator." [1]

Isso foi o que o Abençoado disse. Tendo dito isso, o Mestre levantou do seu assento e foi para a sua moradia. Então não muito tempo depois do Abençoado haver partido, o venerável Nandaka se dirigiu aos bhikkhus: "Exatamente agora, amigos, antes de levantar do seu assento e ir para a sua moradia, o Abençoado revelou a vida espiritual perfeitamente pura e completa em quatro termos: 'Nandaka, um bhikkhu pode estar dotado de convicção mas ele não é virtuoso ... [Nandaka repete todo o discurso feito pelo Buda até:] Mas quando um bhikkhu está dotado de convicção e é virtuoso, e ele pode obter a tranquilidade interna da mente, e também ele pode obter a sabedoria superior e o insight dos fenômenos, então ele está completo em relação a esse fator.'

"Amigos, há esses cinco benefícios em ouvir o Dhamma no momento apropriado, em discutir o Dhamma no momento apropriado. Quais cinco?

(5) "Aqui, amigos, um bhikkhu ensina aos bhikkhus o Dhamma que é admirável no início, admirável no meio, admirável no final com o correto fraseado e significado; revelando a vida santa que é perfeita e imaculada. De qualquer modo que o bhikkhu ensine aos bhikkhus o Dhamma que é admirável no início ... vida santa que é perfeita e imaculada, assim o Mestre se torna amado e prazeroso, respeitado e admirado. Esse é o primeiro benefício em ouvir o Dhamma no momento apropriado, em discutir o Dhamma no momento apropriado.

(6) "Outra vez, amigos, um bhikkhu ensina aos bhikkhus o Dhamma que é admirável no início, admirável no meio, admirável no final com o correto fraseado e significado; revelando a vida santa que é perfeita e imaculada. De qualquer modo que o bhikkhu ensine aos bhikkhus o Dhamma que é admirável no início ... vida santa que é perfeita e imaculada, assim em relação ao Dhamma ele experimenta inspiração do significado, inspiração do Dhamma. Esse é o segundo benefício em ouvir o Dhamma no momento apropriado, em discutir o Dhamma no momento apropriado.

(7) "Outra vez, amigos, um bhikkhu ensina aos bhikkhus o Dhamma que é admirável no início, admirável no meio, admirável no final com o correto fraseado e significado; revelando a vida santa que é perfeita e imaculada. De qualquer modo que o bhikkhu ensine aos bhikkhus o Dhamma que é admirável no início ... vida santa que é perfeita e imaculada, assim ele vê em relação ao Dhamma algo profundo e significativo depois de penetrá-lo com a sabedoria. Esse é o terceiro benefício em ouvir o Dhamma no momento apropriado, em discutir o Dhamma no momento apropriado.

(8) "Outra vez, amigos, um bhikkhu ensina aos bhikkhus o Dhamma que é admirável no início, admirável no meio, admirável no final com o correto fraseado e significado; revelando a vida santa que é perfeita e imaculada. De qualquer modo que o bhikkhu ensine aos bhikkhus o Dhamma que é admirável no início ... vida santa que é perfeita e imaculada, assim os seus companheiros bhikkhus o respeitam ainda mais, [pensando]: 'Com certeza esse venerável realizou o objetivo, ou irá realizar.' Esse é o quarto benefício em ouvir o Dhamma no momento apropriado, em discutir o Dhamma no momento apropriado.

(9) "Outra vez, amigos, um bhikkhu ensina aos bhikkhus o Dhamma que é admirável no início, admirável no meio, admirável no final com o correto fraseado e significado; revelando a vida santa que é perfeita e imaculada. De qualquer modo que o bhikkhu ensine aos bhikkhus o Dhamma que é admirável no início ... vida santa que é perfeita e imaculada, ao ouvirem o Dhamma aqueles bhikkhus que são treinandos, que ainda não alcançaram o ideal, que permanecem aspirando pela suprema libertação do cativeiro, despertam energia para alcançar aquilo que ainda não foi alcançado, para realizar aquilo que ainda não foi realizado. Mas ouvindo o Dhamma, aqueles bhikkhus que são arahants, com suas impurezas destruídas, que viveram a vida santa, fizeram o que devia ser feito, depuseram o seu fardo, alcançaram o verdadeiro objetivo, destruíram os grilhões da existência, e estão completamente libertados através do conhecimento supremo, estão dedicados a uma permanência prazerosa aqui e agora. Esse é o quinto benefício em ouvir o Dhamma no momento apropriado, em discutir o Dhamma no momento apropriado.

"Esses são os cinco benefícios em ouvir o Dhamma no momento apropriado, em discutir o Dhamma no momento apropriado."

 


Notas:

[1] Concentração da mente em pali é cetosamadhissa, e sabedoria superior e o insight dos fenômenos é adhipaññadhammavipassanaya [Retorna]

>> Próximo Sutta

 

 

Revisado: 22 Novembro 2013

Copyright © 2000 - 2017, Acesso ao Insight - Michael Beisert: editor, Flávio Maia: designer.