Anguttara Nikaya IX.1

Sambodhi Sutta

Perfeita Iluminação

Somente para distribuição gratuita.
Este trabalho pode ser impresso para distribuição gratuita.
Este trabalho pode ser re-formatado e distribuído para uso em computadores e redes de computadores
contanto que nenhum custo seja cobrado pela distribuição ou uso.
De outra forma todos os direitos estão reservados.

 


Em certa ocasião o Abençoado estava em Savatthi no Bosque de Jeta, no parque de Anathapindika. “Se errantes membros de outras seitas lhe perguntassem, ‘O que, amigo, são as condições para o desenvolvimento dos requisitos para a perfeita iluminação?’ como vocês responderiam?”

“Venerável senhor, os nossos ensinamentos têm o Abençoado como origem, como guia e como refúgio. Seria bom se o Abençoado pudesse explicar o significado dessas palavras. Tendo ouvido do Abençoado, os bhikkhus o recordarão.”

“Nesse caso, bhikkhus, ouçam e prestem muita atenção àquilo que eu vou dizer.” – “Sim, venerável senhor,” os bhikkhus responderam. O Abençoado disse o seguinte:

“Se errantes membros de outras seitas lhe perguntassem, ‘O que, amigo, são as condições para o desenvolvimento dos requisitos para a perfeita iluminação?’ Vocês deveriam responder, ‘É o caso em que um bhikkhu tem pessoas admiráveis como bons amigos, companheiros e camaradas. Essa é a primeira condição para o desenvolvimento dos requisitos para a perfeita iluminação.

“Além disso, o bhikkhu é virtuoso. Ele permanece contido de acordo com o Patimokkha, perfeito na conduta e na sua esfera de atividades. Temendo a menor falha, ele treina adotando os preceitos de virtude. Essa é a segunda condição para o desenvolvimento dos requisitos para a perfeita iluminação.

“Além disso, ele ouve de acordo com sua vontade, sem problemas ou dificuldades, conversa sobre o ascetismo que favorece a abertura do coração, isto é, falar sobre: poucos desejos, contentamento, isolamento, não ficar ligado [com outros], despertar a energia, comportamento virtuoso, concentração, sabedoria, libertação, conhecimento e visão da libertação. Essa é a terceira condição para o desenvolvimento dos requisitos para a perfeita iluminação.

“Além disso, ele permanece com a sua energia estimulada para o abandono de qualidades mentais prejudiciais e para a obtenção de qualidades mentais benéficas; ele é decidido, firme no seu esforço, sem se esquivar das suas responsabilidades com relação ao cultivo de qualidades mentais benéficas. Essa é a quarta condição para o desenvolvimento dos requisitos para a perfeita iluminação.

“Além disso, ele tem sabedoria, com a completa compreensão da origem e cessação - nobre, penetrante, que conduz ao fim do sofrimento. Essa é a quinta condição para o desenvolvimento dos requisitos para a perfeita iluminação.

"Bhikkhus, quando um bhikkhu tem pessoas admiráveis como bons amigos, companheiros e camaradas, pode-se esperar que ele será virtuoso, será contido de acordo com o Patimokkha, perfeito na conduta e na sua esfera de atividades. Temendo a menor falha, ele treinará adotando os preceitos de virtude.

“Quando um bhikkhu tem pessoas admiráveis como bons amigos, companheiros e camaradas, pode-se esperar que ele ouvirá de acordo com sua vontade, sem problemas ou dificuldades, conversa sobre o ascetismo que favorece a abertura do coração, isto é, falar sobre: poucos desejos, contentamento, isolamento, não ficar ligado [com outros], despertar a energia, comportamento virtuoso, concentração, sabedoria, libertação, conhecimento e visão da libertação.

“Quando um bhikkhu tem pessoas admiráveis como bons amigos, companheiros, e camaradas, pode-se esperar que ele permaneça com a sua energia estimulada para o abandono de qualidades mentais prejudiciais e para a obtenção de qualidades mentais benéficas; ele será decidido, firme no seu esforço, sem se esquivar das suas responsabilidades com relação ao cultivo de qualidades mentais benéficas.

“Quando um bhikkhu tem pessoas admiráveis como bons amigos, companheiros, e camaradas, pode-se esperar que ele terá completa compreensão da origem e cessação - nobre, penetrante, que conduz ao fim do sofrimento."

“E além disso, bhikkhus, quando um bhikkhu está estabelecido com essas cinco qualidades, existem quatro qualidades adicionais que ele deveria desenvolver: Ele deveria desenvolver a contemplação daquilo que é repulsivo de forma a abandonar a cobiça. Ele deveria desenvolver o amor bondade de forma a abandonar a má vontade. Ele deveria desenvolver a atenção plena na respiração de forma a eliminar os pensamentos que distraem. Ele deveria desenvolver a percepção da impermanência de forma a eliminar a presunção ‘eu sou.’ Em um bhikkhu que perceba a impermanência, a percepção do não-eu se firma. Aquele que percebe o não-eu realiza o desenraizamento da presunção ‘eu sou’ – a Libertação no aqui e agora.”

 


 

Veja também: AN X.69.

>> Próximo Sutta

 

 

Revisado: 30 Novembro 2013

Copyright © 2000 - 2017, Acesso ao Insight - Michael Beisert: editor, Flávio Maia: designer.