Anguttara Nikaya IV.73

Sappurisa Sutta

A Pessoa Verdadeira

Somente para distribuição gratuita.
Este trabalho pode ser impresso para distribuição gratuita.
Este trabalho pode ser re-formatado e distribuído para uso em computadores e redes de computadores
contanto que nenhum custo seja cobrado pela distribuição ou uso.
De outra forma todos os direitos estão reservados.

 


"Bhikkhus, alguém que possua quatro qualidades pode ser considerado como uma pessoa falsa. [1] Quais quatro?

(1) "Aqui, bhikkhus, uma pessoa falsa revela os defeitos dos outros mesmo quando não é perguntada, tanto mais então quando é perguntada. Mas ao ser perguntada, então, estimulada pelas perguntas, ela fala sobre os defeitos dos outros sem omitir ou deixar nada de lado, de modo completo e em detalhe. Assim pode ser entendido: 'Esse fulano é uma pessoa falsa.'

(2) "Novamente, uma pessoa falsa não revela as virtudes dos outros mesmo quando é perguntada, tanto menos então quando não é perguntada. Mas ao ser perguntada, então, estimulada pelas perguntas, ela fala sobre as virtudes dos outros com omissões e deixando algo de lado, de modo incompleto e sem detalhes. Assim pode ser entendido: 'Esse fulano é uma pessoa falsa.'

(3) "Novamente, uma pessoa falsa não revela os seus defeitos mesmo quando é perguntada, tanto menos então quando não é perguntada. Mas ao ser perguntada, então, estimulada pelas perguntas, ela fala sobre os seus defeitos com omissões e deixando algo de lado, de modo incompleto e sem detalhes. Assim pode ser entendido: 'Esse fulano é uma pessoa falsa.'

(4) "Novamente, uma pessoa falsa revela as suas virtudes mesmo quando não é perguntada, tanto mais então quando é perguntada. Mas ao ser perguntada, então, estimulada pelas perguntas, ela fala sobre as suas virtudes sem omitir ou deixar nada de lado, de modo completo e em detalhe. Assim pode ser entendido: 'Esse fulano é uma pessoa falsa.'

"Alguém que possua essas quatro qualidades pode ser considerado como uma pessoa falsa."

"Bhikkhus, alguém que possua outras quatro qualidades pode ser considerado como uma pessoa verdadeira. Quais quatro?

(1) "Aqui, bhikkhus, uma pessoa verdadeira não revela os defeitos dos outros mesmo quando é perguntada, tanto menos então quando não é perguntada. Mas ao ser perguntada, então, estimulada pelas perguntas, ela fala sobre os defeitos dos outros com omissões e deixando algo de lado, de modo incompleto e sem detalhes. Assim pode ser entendido: 'Esse fulano é uma pessoa verdadeira.'

(2) "Novamente, uma pessoa verdadeira revela as virtudes dos outros mesmo quando não é perguntada, tanto mais então quando é perguntada. Mas ao ser perguntada, então, estimulada pelas perguntas, ela fala sobre as virtudes dos outros sem omitir ou deixar nada de lado, de modo completo e em detalhe. Assim pode ser entendido: 'Esse fulano é uma pessoa verdadeira.'

(3) " Novamente, uma pessoa verdadeira revela os seus defeitos mesmo quando não é perguntada, tanto mais então quando é perguntada. Mas ao ser perguntada, então, estimulada pelas perguntas, ela fala sobre os seus defeitos sem omitir ou deixar nada de lado, de modo completo e em detalhe. Assim pode ser entendido: 'Esse fulano é uma pessoa verdadeira.'

(4) "Novamente, uma pessoa verdadeira não revela as suas virtudes mesmo quando é perguntada, tanto menos então quando não é perguntada. Mas ao ser perguntada, então, estimulada pelas perguntas, ela fala sobre as suas virtudes com omissões e deixando algo de lado, de modo incompleto e sem detalhes. Assim pode ser entendido: 'Esse fulano é uma pessoa verdadeira.'

"Alguém que possua essas quatro qualidades pode ser considerado como uma pessoa verdadeira."

"Bhikkhus, quando uma noiva chega à sua nova casa, quer seja à noite ou durante o dia, primeiro ela estabelece uma aguçada noção de vergonha e temor moral com relação à sogra, ao sogro, ao marido, e até mesmo com relação aos escravos, trabalhadores e serviçais. Mas passado algum tempo, como resultado da convivência e da intimidade, ela diz para a sogra, para o sogro, e para o marido: 'Vá embora! Você não sabe nada!'

"Do mesmo modo, quando algum bhikkhu segue a vida santa, quer seja à noite ou durante o dia, primeiro ele estabelece uma aguçada noção de vergonha e temor moral com relação aos bhikkhus, às bhikkhunis, aos discípulos leigos e às discípulas leigas, e até mesmo com relação aos trabalhadores do monastério e os noviços. Mas passado algum tempo, como resultado da convivência e da intimidade, ele diz até mesmo para o seu mestre e preceptor: 'Vá embora! Você não sabe nada!'

"Portanto, bhikkhus, vocês devem treinar assim: 'Nós permaneceremos com a mente igual à noiva quando chega à sua casa nova.' É dessa forma que vocês devem treinar."

 


Notas:

[1] Pessoa falsa em pali é asappurisa que também pode significar má, inferior, indigna. [Retorna]

>> Próximo Sutta

 

 

Revisado: 2 Março 2013

Copyright © 2000 - 2017, Acesso ao Insight - Michael Beisert: editor, Flávio Maia: designer.