Anguttara Nikaya III.78

Silabbata Sutta

Preceito e Prática

Somente para distribuição gratuita.
Este trabalho pode ser impresso para distribuição gratuita.
Este trabalho pode ser re-formatado e distribuído para uso em computadores e redes de computadores
contanto que nenhum custo seja cobrado pela distribuição ou uso.
De outra forma todos os direitos estão reservados.

 


Então o Ven. Ananda foi até o Abençoado e ao chegar, depois de cumprimentá-lo, sentou a um lado e o Abençoado disse:

“Ananda, toda prática e preceito, toda vida, toda vida santa, que é seguida como tendo um valor essencial: todas elas são proveitosas?”

“Senhor, isso não deve ser respondido de forma categórica.”

“Nesse caso, Ananda, dê uma resposta analítica.”

“Quando – por seguir uma vida de prática e preceito, uma vida, uma vida santa, que é seguida como tendo um valor essencial – as qualidades mentais inábeis e prejudiciais aumentam enquanto que as qualidades mentais hábeis e benéficas declinam: esse tipo de prática e preceito, vida, vida santa, que é seguida como tendo um valor essencial é infrutífera. Mas quando - por seguir uma vida de prática e preceito, uma vida, uma vida santa, que é seguida como tendo um valor essencial – as qualidades mentais inábeis e prejudiciais declinam enquanto que as qualidades mentais hábeis e benéficas aumentam: esse tipo de prática e preceito, vida, vida santa, que é seguida como tendo um valor essencial é frutífera.”

Isso foi o que o Ven. Ananda disse, e o Mestre aprovou. Então, o Ven. Ananda, pensando “O Mestre me aprovou,” levantou do seu assento e depois de homenagear o Abençoado, mantendo-o à sua direita, partiu.

Então não muito tempo depois que o Ven. Ananda havia partido, o Abençoado disse para os bhikkhus, “Bhikkhus, Ananda ainda está em treinamento, mas não seria fácil encontrar alguém com a mesma sabedoria que ele.”

 


 

>> Próximo Sutta

 

 

Revisado: 16 Abril 2005

Copyright © 2000 - 2017, Acesso ao Insight - Michael Beisert: editor, Flávio Maia: designer.