Anguttara Nikaya II.33

Kataññu Sutta

Retribuindo os Próprios Pais

Somente para distribuição gratuita.
Este trabalho pode ser impresso para distribuição gratuita.
Este trabalho pode ser re-formatado e distribuído para uso em computadores e redes de computadores
contanto que nenhum custo seja cobrado pela distribuição ou uso.
De outra forma todos os direitos estão reservados.

 


"Bhikkhus, há duas pessoas que não podem facilmente ser retribuídas. Quais duas? A própria mãe e o próprio pai.

"Mesmo que alguém carregue a mãe em um ombro e o pai no outro, e [que ao fazê-lo] tenha um tempo de vida de cem anos, viva por cem anos; que ele cuide deles, ungindo-os com bálsamos, massageando-os, dando-lhes banho, e esfregando os seus membros, e até mesmo limpando a sua urina e o seu excremento, ainda assim, ele não teria feito o suficiente para os seus pais, nem lhes teria retribuído. Mesmo que ele estabeleça os seus pais como os supremos senhores e governantes sobre esta grande terra abundante com os sete tesouros, ele ainda assim não teria feito o suficiente para os seus pais, nem lhes teria retribuído. Por que razão? Os pais são de grande ajuda para os seus filhos, pois eles os criam, os alimentam e lhes mostram o mundo.

"Mas, bhikkhus, se os pais não têm fé, ele os incentiva, os assenta, e os estabelece na fé; se os pais forem imorais, ele os incentiva, os assenta, e os estabelece no comportamento virtuoso; se os pais são avarentos, ele os incentiva, os assenta, e os estabelece na generosidade; se os pais não são sábios, ele os incentiva, os assenta, e os estabelece na sabedoria: de tal modo que ele tenha feito o suficiente pelos seus pais, retribuindo-lhes, e fazendo mais do que suficiente por eles."

 


 

>> Próximo Sutta

 

 

Revisado: 3 Novembro 2012

Copyright © 2000 - 2017, Acesso ao Insight - Michael Beisert: editor, Flávio Maia: designer.