Origem Dependente (Paticcasamuppada)

Quem vê a origem dependente vê o Dhamma;
quem vê o Dhamma vê a origem dependente (MN 28)



O Cânone em Pali deixa absolutamente claro que a origem dependente não é um ramo entre tantos outros da doutrina do Buda, mas que se trata do insight radical que se encontra no núcleo dos seus ensinamentos, o insight a partir do qual todo o restante dos ensinamentos foi desenvolvido. O motivo pelo qual a origem dependente recebe tanta ênfase é devido a duas contribuições que dela derivam. Primeiro, ela proporciona o princípio ontológico básico dos ensinamentos do Buda e segundo, proporciona a estrutura que guia o programa para a libertação, um relato causal da origem e da cessação do sofrimento. Essas duas contribuições, embora possam ser separadas por meio do pensamento, se juntam na tese que faz do ensinamento do Buda uma “doutrina da libertação”: que o sofrimento em última instância surge devido à ignorância acerca da verdadeira natureza do ser/existir e cessa através da sabedoria, o entendimento direto da natureza de ser/existir. O princípio ontológico contido na origem dependente, como o próprio nome sugere, é o surgimento dos fenômenos na dependência de condições. De cara este princípio descarta a noção da existência de entidades estáticas independentes e mostra que a ‘textura’ do ser/existir é inteiramente relacional. Qualquer coisa que venha a ser se origina a partir de condições, permanece com o apoio de condições e cessa quando as suas condições cessam. Mas a origem dependente ensina algo mais preciso que uma simples afirmação de uma condicionalidade geral. O que ela ensina é uma condicionalidade específica (idappaccayata), o surgimento dos fenômenos na dependência de condições específicas. Este é um ponto importante que com freqüência é ignorado nos relatos padrão da doutrina. A condicionalidade específica correlaciona os fenômenos na medida em que eles pertencem a certos tipos. Ela mantém que os fenômenos de um certo tipo se originam apenas através das condições apropriadas para aquele tipo, nunca se essas condições estiverem ausentes, nunca através das condições apropriadas para algum outro tipo. Portanto, a origem dependente, como um ensinamento da condicionalidade específica, trata primordialmente de estruturas. Ela trata os fenômenos não em termos das suas conexões isoladas, mas em termos de arquétipos.

(The Great Discourse on Causation, Bhikkhu Boddhi)


Outros Textos que tratam da Origem Dependente:

Os ensinamentos dos suttas:


Revisado: 6 Setembro 2014

Copyright © 2000 - 2017, Acesso ao Insight - Michael Beisert: editor, Flávio Maia: designer.