Meditação

Não existe concentração (jhana) sem sabedoria (pañña),
não existe sabedoria sem concentração.
Natthi jhanam apaññasa, pañña natthi ajjhayato,

Aquele que tem ambos, concentração e sabedoria,
está mais próximo de Nibbana.- Dhp 372
Yamhi jhanam ca pañña ca sa ve nibbanasantike.



O Buda disse: “Bhikkhus, há esses dois tipos de enfermidade. Quais duas? Enfermidade do corpo e enfermidade da mente. Podem ser encontradas pessoas que afirmam desfrutar de saúde do corpo durante um, dois, três, quatro, ou cinco anos; por dez, vinte, trinta, quarenta, ou cinquenta anos; e até mesmo por cem anos ou mais. Mas exceto aqueles que destruíram as impurezas, é difícil encontrar pessoas no mundo que podem afirmar desfrutar de saúde na mente, mesmo que seja apenas por um momento."

Os ensinamentos do Buda, e em particular o método de meditação ensinado por ele, tem como objetivo produzir um estado de saúde mental perfeita, equilíbrio e tranqüilidade. A palavra meditação é na verdade um pobre substituto para o termo original em Pali – bhavana, que significa ‘cultura’ ou ‘desenvolvimento’ isto é, cultura mental ou desenvolvimento mental. A meditação Budista ou bhavana, representa o desenvolvimento mental no sentido mais amplo da palavra. Seu objetivo é purificar a mente das impurezas e perturbações, tais como os desejos sensuais, raiva, má vontade, indolência, preocupações, inquietações e dúvidas, e cultivar qualidades como a concentração, atenção, inteligência, energia, a faculdade de análise, confiança, alegria, tranqüilidade e finalmente conduzir ao alcance da sabedoria máxima que é ver e compreender a natureza das coisas tal como elas na verdade são e realizar a verdade última, Nibbana.

(Walpola Rahula – What the Buddha Taught, 1974)


Livros

Livros grátis em todos formatos digitais (ePub, MOBI AZW3, PDF):

Textos Adicionais

  • Por que devo meditar? Provavelmente uma pergunta feita com freqüência e cuja resposta pode ser surpreendentemente simples.
  • O Caminho para a Bem-aventurança e Sabedoria, por Ajaan Brahmavamso. Entrevista para o jornal The Bangkok Post sobre porque e como praticar a meditação.
  • O Potencial das Sensações Prazerosas, por Bhikkhu Analayo. O cultivo de sensações prazerosas na prática de Anapanasati.
  • As Tendências Subjacentes, por Bhikkhu Analayo. O que significam as tendências subjacentes ou obsessões, qual a sua importância e como neutralizá-las.
  • O que é o Vazio (suññata)?, por Ajaan Suchart Abhijato. Nibbana é o vazio da mente.
  • Meditação Andando na Tradição das Florestas da Tailândia, por Ajaan Nyanadhammo. Como, quando, onde e porquê praticar a meditação andando.
  • Meditação Andando, seus benefícios, por U Silananda. A postura mais comum para a meditação da atenção plena é sentado com as pernas cruzadas, mas como o corpo humano não é capaz de tolerar essa posição por muitas horas, nós alternamos períodos de meditação sentada com períodos de meditação andando. Visto que a meditação andando é muito importante, neste guia o Venerável U Silananda discute a sua natureza, sua importância e os benefícios derivados da sua prática.
  • Conselhos Práticos para Meditação, por Bhikkhu Khantipalo. Este texto introdutório traz uma série de sugestões e recomendações para a prática de meditação em casa, na vida diária e em retiro. Também aborda o desenvolvimento dos estados ou 'moradas' divinas (brahma-vihara) e as perfeições (parami), bem como algumas das possíveis armadilhas da prática meditativa. O texto irá ajudar muito as muitas pessoas que possuem um grande interesse na prática de meditação mas que estão distantes das fontes onde se encontram as tradições vivas.
  • Meditação de Metta (Amor bondade), por Bhante Gunaratana. A atenção plena é um dos fatores mais importantes em todo o conjunto dos ensinamentos do Buda. Ao equiparar a prática de metta à atenção plena podemos entender a importância dessa prática dentro do conjunto dos ensinamentos do Buda.
  • Satipatthana Vipassana – Insight Através da Atenção Plena, por Mahasi Sayadaw. Um livro que descreve a introdução aos princípios básicos da prática da meditação de insight (Vipassana), da forma como ensinado pela escola Birmanesa do Mestre Mahasi Sayadaw.
  • Atenção Plena nas Sensações, por Bhante Gunaratana. Um quarto dos ensinamentos do Buda tem por base a sensação, que é a primeira verdade do que ele ensinou ao longo de quarenta e cinco anos. Uma pessoa comum e uma pessoa iluminada se diferenciam pela forma como cada uma responde às sensações.
  • Atenção plena nas sensações e emoções , por Ayya Khema. Mais conhecida por “varredura”, essa meditação traz como benefício a purificação das emoções negativas, tornando os pensamentos mais compreensíveis, e com isso a mente se tranquiliza e a meditação se torna menos árida e mais atrativa.
  • Dois Estilos de Meditação Vipassana, por Bhikkhu Boddhi. Na atualidade a meditação de insight (Vipassana) tem se popularizado no mundo todo. O que se observa é que existem duas abordagens: uma que coloca a meditação de insight num contexto secular e a outra que a coloca como parte integrante de todo o caminho Budista.
  • Introdução ao Majjhima Nikaya, por Bhikkhu Boddhi. Os ensinamentos sobre meditação encontrados no Majjhima Nikaya.
  • Na Presença de Nibbana, por Ajaan Brahmavamso. Estamos na presença de nibbana no sentido que nos dedicamos à prática que conduz a nibbana. Às vezes é difícil perceber o quão perto podemos estar. Não nos damos conta que tudo que temos que fazer é virar a nossa cabeça, fazer apenas uma ligeira mudança na nossa maneira de ver as coisas, abrir-nos para a mesma verdade que o Buda viu.
  • Neste Mundo, o Ódio nunca, até agora, dissipou o Ódio, por Sarah Doering. Os efeitos danosos das emoções negativas, dentre as quais se destacam a raiva e o ódio, e como superá-las. Qual o método para viver sem raiva e em paz? O papel de metta e da atenção plena
  • O Dhamma como Kamma Habilidoso, por Ajaan Sucitto. Os vários tipos de kamma e como o Dhamma deve ser empregado para dar um fim ao kamma.
  • Os Pensamentos Nunca Param? por Bhante Gunaratana. O nobre silêncio é o estado da mente em que não há pensamentos. A mente fica completamente em silêncio. Os pensamentos só podem ser silenciados se treinarmos a nossa mente através da prática correta da meditação.
  • Perguntas e Respostas, por Ajaan Dtun. A prática da contemplação do corpo e da morte na tradição das florestas da Tailândia.
  • Purificação da Mente, por Bhikkhu Boddhi. O que significa “purificar” a mente e como ela é alcançada?
  • Qual é a atitude correta na Meditação? por Sayadaw U Tejaniya. A coisa mais importante ao meditar é ter a atitude correta.
  • Ser Ninguém, por Ajaan Sumedho. Estarmos plenamente atentos, de levar a atenção plena para as coisas rotineiras e experiências da vida.
  • Vipassana Prático, por Bhante Gunaratana. O que na verdade significa ‘estar com a atenção plena todo o tempo’? Significa apenas aplicar a total atenção naquilo que estivermos fazendo ou na verdade a atenção deve estar combinada com outras qualidades que contribuam para a eliminação dos irritantes psíquicos?

Os ensinamentos dos suttas:


Notas:

Veja também os guias de estudo sobre Sati (Atenção Plena) e Os Cinco Obstáculos (Nivarana) e os Jhanas.

Veja também A Meditação e a Ciência. Artigos e notícias sobre estudos cientifícos dos efeitos da meditação.


Revisado: 15 Outubro 2018

Copyright © 2000 - 2018, Acesso ao Insight - Michael Beisert: editor, Flávio Maia: designer.