17. Kodhavagga

Raiva

 


 

 

Abandonando a raiva e renunciando à presunção,
deixando de lado todos os obstáculos,
não há dukkha em quem nada possui,
desapego da mentalidade-materialidade (nome-forma).
                                                        Dhp 221

Quem contém a raiva que surge
igual a conter uma carroça em movimento,
esse eu digo ser um verdadeiro cocheiro,
os demais apenas seguram as rédeas.
                                                        Dhp 222

Conquiste a raiva com a não-raiva,
conquiste o mal com o bem,
com a generosidade conquiste a avareza,
conquiste a mentira com a verdade.
                                                        Dhp 223

Diga a verdade, não sinta raiva,
do pouco que tenha dê para quem precisa.
Por esses três caminhos
alguém chega à companhia dos devas.
                                                        Dhp 224

Os sábios inofensivos,
as ações com o corpo bem controladas,
realizam o estado imortal
libertos do sofrimento.
                                                        Dhp 225

Sempre vigilante,
treinando dia e noite,
decidido por nibbana,
as suas impurezas são destruídas.
                                                        Dhp 226

Este é um antigo ditado, Atula,
não apenas dito nos dias de hoje:
'Quem permanece em silêncio é censurado,
censurados são os que falam demais,
e censurados são os que falam com moderação' -
ninguém no mundo escapa da censura.
                                                        Dhp 227

Nunca houve, nunca haverá,
tampouco agora há,
alguém que seja sempre censurado,
ou alguém que seja sempre elogiado.
                                                        Dhp 228

Mas aqueles que são inteligentes, sábios,
tendo observado dia após dia,
elogiam aquele que tem conduta imaculada,
dotado de virtude e sabedoria,
                                                        Dhp 229

Quem ousaria censurá-lo
tão puro como o ouro refinado.
Ele é elogiado pelos devas,
Brahma também o elogia.
                                                        Dhp 230

Proteja-se das ações grosseiras,
com o corpo bem controlado,
tendo abandonado a conduta ruim,
treine naquilo que é bom.
                                                        Dhp 231

Proteja-se da linguagem grosseira,
com a linguagem bem controlada,
tendo abandonado a conduta verbal ruim,
treine naquilo que é bom.
                                                        Dhp 232

Proteja-se dos pensamentos grosseiros,
com os pensamentos bem controlados,
tendo abandonado a conduta mental ruim,
treine naquilo que é bom.
                                                        Dhp 233

Contidos no corpo são os sábios,
na linguagem também eles são contidos,
da mesma forma são contidos na mente,
são perfeitamente contidos.
                                                        Dhp 234

 


 

Índice                                                                                             18. Malavagga

 

 

Revisado: 23 Agosto 2014

Copyright © 2000 - 2017, Acesso ao Insight - Michael Beisert: editor, Flávio Maia: designer.